Darwin e Darwinismo



Índice

Vida:
. Infância e educação;
. Viagem no Beagle;
. Ascendência na Sociedade e família;
. Últimos anos de vida;
Darwinismo:
. Fundamentos;
. Teoria da selecção natural;
. Publicação e Reacção à Teoria;
Publicações (Lista);
Cronologia de Vida;
Curiosidades;


Vida

Infância e Educação

Charles Robert Darwin nasce Shrewsbury, Shropshire, Inglaterra, no dia 12 de Fevereiro de 1809. Filho do medico
Robert Darwin e de Susannah Darwin. O seu avô paterno foi Erasmus Darwin e o seu avô materno, o famoso ceramista Josiah Wedgwood, ambos pertencentes à elite intelectual da época. A sua mãe morre quando tinha apenas oito anos.
No ano seguinte, é enviado para a escola Shrewsbury. Ali, ele só se interessava em coleccionar minerais, insectos e ovos de pássaros.
Em 1825 foi estudar medicina na Universidade de Edimburgo. Contudo, sua aversão à brutalidade da cirurgia da época levou-o a negligenciar os seus estudos médicos.
Já em 1827, o seu pai, decepcionado com a falta de interesse pela medicina, matriculou-o num curso de Bacharelado em Artes na Universidade de Cambridge para que ele se tornasse um clérigo.
Contudo Darwin preferia cavalgar e caçar a estudar.
Darwin ingressou no curso de história natural de Henslow e tornou-se um dos alunos favoritos. Nas suas provas finais em Janeiro de 1831, ele saiu se muito bem e foi o décimo colocado entre 178 aprovados.
John Stevens Henslow, professor de Botânica e tutor de Darwin na Universidade, recomendou Darwin para acompanhar o capitão do barco HMS Beagle, numa viagem de 2 anos para cartografar a América do Sul e era uma oportunidade que Darwin não podia deixar escapar, pois assim poderia desenvolver a sua carreira como naturalista.


Viagem no Beagle

HMS Beagle era um navio da Armada Inglesa que deu a volta ao mundo com Charles Darwin abordo.
A viagem do Beagle durou quatro anos e nove meses, dois terços dos quais Darwin esteve em terra firme. Ele estudou uma rica variedade de características geológicas, fósseis, organismos vivos e conheceu muitas pessoas, entre nativos e colonos.
Darwin documentou metodicamente um enorme número de espécimes, muitos dos quais novos para a ciência. Isto estabeleceu a sua reputação como um naturalista e fez dele um dos precursores do campo da Ecologia.
Durante a viagem, Darwin leu o livro "Princípios da Geologia" de Charles Lyell, que descrevia características geológicas como o resultado de processos graduais ocorrendo ao longo de grandes períodos de tempo. Ele escreveu para casa a dizer que via formações naturais como se através dos olhos de Lyell: degraus planos de pedras com o aspecto característico de erosão por água e conchas na Patagónia, eram sinais claros de que praias se haviam elevado; no Chile, ele presenciou um terramoto e observou pilhas de mexilhões encalhados acima da maré-alta o que mostrava que toda a área havia sido elevada; e mesmo no alto dos Andes ele foi capaz de encontrar conchas.
Na América do Sul, ele descobriu fósseis de animais extintos como o megaterium e o gliptodonte em camadas que não mostravam quaisquer sinais de catástrofe ou mudanças climáticas. Naquele tempo, ele pensava que aquelas eram espécies similares às encontradas em África mas, após o seu regresso, Richard Owen mostrou-lhe que os fósseis encontrados eram mais similares a animais não extintos que viviam na mesma região (preguiças e tatus).
Nas ilhas Galápagos, Darwin descobriu que cada espécie de cotovia era diferente de uma ilha para outra. Ao voltar para Inglaterra, foi lhe mostrado que o mesmo ocorria com as tartarugas e os tentilhões. O rato-canguru e o ornitorrinco, encontrados na Austrália, eram animais tão estranhos que levaram Darwin a pensar que "Um incrédulo... poderia dizer que seguramente dois criadores diferentes estiveram em acção”".
Todas estas observações deixaram-no muito intrigado e, na primeira edição de "A Viagem do Beagle", ele explicou a distribuição das espécies à luz da teoria de Charles Lyell de "centros de criação". Em edições posteriores, ele já dava indicações de como via a fauna encontrada nas Ilhas Galápagos como evidência para a evolução: "é possível imaginar que algumas espécies de aves neste arquipélago derivam de um número pequeno de espécies de aves encontradas originalmente e que se modificaram para diferentes finalidades".
Abordo do Beagle Darwin deu a volta ao mundo, esteve em países ou locais como: Cabo Verde, Brasil, Argentina, Andes, Terra do Fogo, Chile, Peru, Ilhas Galápagos, Nova Zelândia, Austrália, Ilhas Cocos.


Ascendência na Sociedade e Família

Enquanto Darwin ainda estava em viagem, Henslow cuidadosamente cultivou a reputação de seu antigo pupilo fornecendo a vários naturalistas os espécimes fósseis e cópias impressas das descrições geológicas que Darwin fazia.
Quando o Beagle regressou em 2 de Outubro de 1836, Darwin era uma celebridade no meio científico. Ele visitou a sua casa em Shrewsbury e descobriu que seu pai havia feito vários investimentos para que Darwin pudesse ter uma vida tranquila. Mais que isto, ele poderia ter uma carreira científica auto financiada. Darwin foi então a Cambridge e convenceu Henslow a fazer descrições botânicas das plantas que ele tinha encontrado. Depois dirigiu-se a Londres onde procurou os melhores naturalistas para descrever as suas outras colecções de forma a poder publicá-las.
O entusiasta Charles Lyell encontrou Darwin em 29 de Outubro e apresentou-o ao jovem e promissor anatomista Richard Owen, depois de trabalhar na colecção de ossos fossilizados de Darwin no Royal College of Surgeons, Owen surpreendeu todos ao revelar que alguns dos ossos eram de tatus e preguiças gigantes extintas. Isto melhorou a reputação de Darwin. Com a ajuda entusiasmada de Lyell, Darwin apresentou seu primeiro artigo no Geological Society de Londres a 4 de Janeiro de 1837, afirmando que a massa terrestre da América do Sul se estava a erguer lentamente.
No mesmo dia, Darwin apresentou seus espécimes de mamíferos e aves à Zoological Society. Os mamíferos ficaram aos cuidados de George R. Waterhouse. Embora, em princípio, os pássaros parecessem merecer menos atenção, o ornitólogo John Gould revelou que o que Darwin pensara serem corruíras, melros e tentilhões levemente modificados das Galápagos, mas de facto eram todos tentilhões, mas cada um de uma espécie distinta. Outros no Beagle, incluindo o capitão FitzRoy, também tinham apanhado estes pássaros mas foram mais cuidadosos com suas anotações, o que permitiu a Darwin determinar de que ilha cada espécie era originária.
Em Londres, Darwin frequentemente ia a jantares de pensadores com o seu irmão Erasmus e em alguns deles estava a escritora Harriet Martineau, cujas histórias promoviam a reforma das leis de protecção social de acordo com as ideias de Malthus. Nos meios científicos da época, ideias como a transformação de uma espécie em outra eram controversamente associadas com radicalismo político. Por isso, Darwin preferia o respeito dos seus amigos mesmo quando não concordava plenamente com as ideias deles, tais como a crença de que a história natural justifica-se religiões.
Em 17 de Fevereiro de 1837, Lyell aproveitou o seu discurso presidencial na Geological Society para apresentar as descobertas de Owen em relação aos fósseis de Darwin, enfatizando as implicações do facto de que espécies extintas encontradas em uma região fossem relacionadas a outras que viviam actualmente na mesma região. Neste mesmo encontro, Darwin foi eleito para o conselho da Geological Society.
Ele já tinha sido convidado por FitzRoy para contribuir com o seu diário e notas pessoais para a secção de história natural do livro que o capitão estava a escrever sobre a viagem do Beagle. Darwin também estava a trabalhar num livro sobre a geologia da América do Sul. Ao mesmo tempo, ele especulava sobre a transmutação de espécies no caderno de anotações que ele tinha iniciado no Beagle.
Na mesma época começa a organizar os relatórios dos vários especialistas que tinham trabalhado com as suas colecções num livro de múltiplos volumes chamado "Zoologia da viagem no H.M.S. Beagle" (Zoology of the Voyage of H.M.S. Beagle). Darwin concluiu-o em 20 de Junho e, já em Julho, iniciava o seu livro secreto sobre transmutação, onde desenvolveu a hipótese de que, apesar de cada ilha das Galápagos ter sua própria espécie de tartarugas, todas elas eram originárias de uma espécie única que se tinha adaptado à vida nas diferentes ilhas de diferentes maneiras.
Darwin adoece devido ao excesso de trabalho, e retira-se para o campo onde permanece por volta de um ano.
Já completamente recuperado, ele volta a Shrewsbury.
Charles começa então a pensar em casar, e chega mesmo a fazer uma lista com os prós e os contras em relação a ter uma mulher. A 11 de Novembro pediu Emma Wedgwood, sua prima, em casamento e conta-lhe as suas ideias acerca transmutação.
Darwin considerou o raciocínio de Malthus de que a população humana aumenta mais rapidamente que a produção de alimentos, levando-a a uma competição e tornando qualquer esforço de caridade inútil. Ele viu naquela ideia uma forma de explicar:
. As suas descobertas sobre espécies extintas que se relacionavam mais com outras não extintas encontradas na mesma região;
. As semelhanças entre espécies próximas umas das outras,
. As suas dúvidas derivadas da criação de animais
. A sua incerteza quanto a existência de uma "lei de harmonia" na natureza.
No fim de Novembro de 1838, ele começou a comparar o processo de selecção de características feito por criadores de animais com uma natureza Malthusiana seleccionando variantes aleatoriamente de forma que "toda a parte de uma nova característica adquirida é colocada em prática e aperfeiçoada", e pensou nisto como "a mais bela parte da minha teoria" de como novas espécies se originam. Em 24 de Janeiro de 1839, Darwin foi eleito membro da Royal Society e apresentou seu artigo sobre as "estradas" de Glen Roy.
Darwin teve 10 filhos com Emma, 3 dos quais morreram prematuramente. Contudo, muitos deles e dos seus netos alcançaram grande notabilidade.


Últimos anos de vida

Apesar dos sucessivos problemas de saúde que se acumularam em Darwin nos últimos vinte e dois anos de vida, ele continuou a trabalhar avidamente. Ele passou a dedicar-se aos aspectos mais controversos do seu "grande livro" que ainda estavam por ser completados: a evolução da espécie humana a partir de animais mais primitivos, o mecanismo de selecção sexual que poderia explicar características de não tão óbvia utilidade além de mera beleza decorativa, bem como sugestões para as possíveis causas subjacentes ao desenvolvimento da sociedade e das capacidades mentais humanas.
Quando a filha de Darwin adoeceu, ele deixou de lado as suas experiências para a acompanhar no seu tratamento no campo. Ali, ele desenvolve um interesse por orquídeas selvagens. De volta casa Darwin adoece num quarto cheio de experiências e de plantas trepadeiras, mas mesmo assim, continuou o seu trabalho no livro "Variação", que cresceu até ocupar dois volumes, o que o forçou a deixar de lado "A descendência do Homem e Selecção em relação ao Sexo".
A questão da evolução humana tinha sido amplamente discutida pelos seus simpatizantes (e críticos) logo depois da publicação da "Origem das Espécies" mas a contribuição do próprio Darwin para o tema só veio uma década mais tarde com os dois volumes de "A descendência do Homem e Selecção em relação ao Sexo" em 1871. No segundo volume, Darwin introduziu por completo o seu conceito de selecção sexual e explicou a evolução da cultura humana, as diferenças entre os sexos, a diferenciação entre raças.
Um ano mais tarde, Darwin publicou seu último grande trabalho, "The Expression of the Emotions in Man and Animals", que era focado na evolução da psicologia humana e sua continuidade como comportamento animal.
Darwin morreu em Downe, Kent, Inglaterra, a 19 de Abril de 1882. Ele deveria ter sido enterrado no jardim da igreja de St Mary em Downe, mas atendendo ao pedido de seus colegas cientistas, William Spottiswoode (Presidente da Royal Society) arranjou maneira para que ele tivesse um funeral de estado e Darwin foi enterrado na Abadia de Westminster próximo a Charles Lyell, William Herschel e Isaac Newton.


Darwinismo

Fundamentos

Influencia da Geologia:

Charles Lyell foi uma das personalidades que mais influenciou Darwin, pois este geólogo na época admitiu que:
. As leis são constantes no espaço e no tempo;
. Se deve explicar o passado a partir de dados do presente;
. Na longa história da Terra decorreram permanentemente mudanças geológicas lentas e graduais.
Durante a viagem no Beagle, Darwin observou ainda numerosos fósseis, tendo descoberto nas rochas dos Andes, a milhares de metros de altitude, fósseis de conchas de animais marinhos.
É provável que tenha admitido que, se a terra tem milhões de anos e está em mudanças constantes e graduais, então, de um modo semelhante, a vida sobre a terra poderia ter seguido o mesmo percurso. Os seres experimentam ao longo dos anos mudanças contínuas e graduais, inicialmente imperceptíveis, mas que com o tempo acabam por ter significado.


Influencia da Biogeografia:

A grande diversidade de seres vivos e o aspecto exótico que, por vezes, assumem algumas espécies, bem como a constatação de que a fauna e a flora diferiam de continente para continente e das montanhas para os desertos, constituem elementos relevantes na formulação da teoria de Darwin.
Darwin em meados de Setembro de 1835, chegou às ilhas das Galápagos. Tratava-se dum arquipélago vulcânico, que apresentava uma fauna e uma flora peculiares. Charles Darwin ficou sobretudo impressionado com as tartarugas e com um grupo de aves, os tentilhões, que ficaram conhecidos por tentilhões de Darwin.
As tartarugas gigantes das ilhas Galápagos apresentam sete variedades diferentes, cada uma delas correspondendo a uma ilha. Contudo apesar das diferenças, este animais são extraordinariamente semelhantes entre si, fazendo supor que tenham tido um origem em comum.
Os tentilhões de Darwin são pequenas aves que apresentam uma grande diversidade à volta de um padrão comum. As 14 espécies de tentilhões, apesar de muito semelhantes, podem distinguir-se sobre tudo pela forma e tamanho do bico, o que está associado ao que cada um come.
Depois de analisar todos os dados, Darwin concluiu que as ilhas povoadas a partir do continente sul-americano e que as características particulares de cada ilha condicionaram a evolução de cada espécie e daí a sua diferenciação.


Relação Bico – Alimento


Malthusianismo:

No Outono de 1838, Darwin leu um trabalho publicado pelo e economista e teólogo Thomas Malthus.
De acordo com Malthus, a população humana tende a crescer para além das possibilidades do meio para a sustentar. Então se os factores externos, como doenças e falta de alimento, não limitassem o crescimento da população humana, esta duplicaria de 25 em 25 anos.
Darwin utilizou as ideias de Malthus relativamente à população humana e adaptou-as as populações animais.
Por exemplo, os elefantes tem uma baixa taxa de reprodução, se um casal procriasse dos 30 aos 90 anos e tivesse apenas seis crias neste período de tempo, os seus descendentes poderiam originar
19 milhões de elefantes em 750 anos. No entanto, isso não acontece, o número de elefantes mantém-se constante.
Na enorme diversidade do mundo do mundo vivo, e devido à escassez de recursos, vai ocorrer uma luta pela sobrevivência e, como resultado dessa competição, a partir de certa altura a mortalidade compensa a natalidade e crescimento da população estabiliza.


Selecção Artificial:

Na procura de uma explicação para a evolução das espécies, Darwin pode contar com a experiência que ele próprio possuía, como criador de pombos intervindo directamente em processos de selecção artificial.
Segundo o raciocínio de Darwin, se se pode obter tanta diversidade por selecção artificial, de um modo análogo é possível que ocorra na natureza uma selecção influenciada por factores ambientais, designada por Seleção Natural.


Teoria da Seleção Natural

Devido a diversas influencias, mencionadas anteriormente, Darwin formulou a sua Teoria com um conteúdo que pode estabelecer-se da seguinte forma:
. Os seres vivos, mesmo os da mesma espécie, apresentam variações entre si.
. As populações têm tendência para crescer em progressão geométrica.
. O número de indivíduos de uma espécie geralmente não se altera muito de geração em geração.
. Em cada geração uma boa parte dos indivíduos é naturalmente eliminada porque se estabelece entre eles uma “luta pela sobrevivência”, devido à competição pelo alimento, pelo refúgio e pela capacidade de fuga aos predadores.
. Sobrevivem os indivíduos que estiverem mais bem adaptados, isto é, os que possuírem as características que lhes conferem qualquer vantagem em relação aos restantes. Os menos aptos ao longo do tempo serão eliminados progressivamente. Existe, pois, uma selecção natural, processo que ocorre na natureza e pelo qual só os indivíduos mais bem dotados relativamente a determinadas condições do ambiente sobrevivem – “sobrevivência do mais apto”.(ex.1)
. Os indivíduos mais bem adaptados vivem durante mais tempo e reproduzem-se mais, transmitindo as suas características à descendência, ou seja, verifica-se uma reprodução diferencial. A acumulação das pequenas variações determina a longo prazo a transformação e o aparecimento de novas espécies.
Pode, pois, considerar-se que o tempo e a reprodução diferencial das formas favorecidas em relação às menos aptas produzem mudanças nas espécies existentes, conduzido à formação de novas espécies.
Esta teoria pode ser provada através das tartarugas das Galápagos, bem como, os tentilhões, contudo esta selecção pode ser influenciada pelo homem, o que pode ser provado através de um borboleta inglesa, a Biston Betularia. (ex.1)


Exemplo 1 – Borboleta Biston Betularia

As borboletas Biston Betularia de cor clara confundem-se com os troncos das árvores cobertos de líquenes onde poisam, passando despercebidas aos predadores. A forma escura, pelo contrário, é facilmente detectada pelas aves que se alimentam destas borboletas.
Quando o tronco das árvores se tornou enegrecido pelo fumo resultante da poluição industrial, a borboleta mais susceptível de ser apanhada pelos predadores passou a ser a branca.
Nesta nova situação, a selecção natural tende a eliminar a forma clara e a favorecer a forma escura. A borboleta escura e agora uma forma mais apta no novo ambiente. Nas zonas não poluídas, borboletas clara continua a ser a forma dominante.
E de ter em conta que devido a acção do Homem, ocorreu uma evolução em cerca de 50 anos que, de outro modo, demoraria muito mais tempo. Trata-se contudo, de uma selecção natural rápida determinada por uma modificação ambiental introduzida pela actividade humana.


Publicação e Reacção à Teoria

Darwin escreve a sua teoria na forma de um livro, contudo com grande esforço visto que estava doente. O livro recebeu o título "Sobre a origem das espécies por meio de selecção natural" e, quando foi colocado à venda em 22 de Novembro de 1859, esgotou o stock de 1250 cópias rapidamente. Naquela época, o termo "evolucionismo" implicava em criação sem intervenção divina e, por isso,     Darwin evitou usar as palavras "evolução" ou "evoluir", embora o livro terminasse anunciando que "um número incontável das mais belas e maravilhosas formas evoluíram e estão evoluindo". O livro só mencionava brevemente a ideia de que os seres humanos também deveriam evoluir tal qual outros organismos.
O livro de Darwin iniciou uma controvérsia pública que ele acompanhou atentamente, obtendo recortes de jornais, críticas, artigos, sátiras e caricaturas. Críticos foram rápidos em apontar as implicações não discutidas no livro de que
"E se os homens fossem descendentes de macacos?".
Esta nova teoria ia contra tudo a que a igreja defendia, foi imediatamente recusada, pois a teoria tinha grandes implicações quanto à criação da vida.
Entretanto, houve artigos favoráveis, entre eles, uma publicação do The Times escrita por Huxley que incluía críticas a Richard Owen, um expoente do meio científico que Huxley estava a tentar desacreditar. Owen pareceu inicialmente neutro mas então escreveu um artigo condenando o livro.
O corpo científico da Igreja da Inglaterra, incluindo os antigos tutores de Darwin em Cambridge, Sedgwick e Henslow, reagiu contra o livro, embora ele tenha sido bem recebido por uma nova geração de jovens naturalistas.
O confronto mais famoso ocorreu num encontro da Associação Britânica para o Avanço da Ciência em Oxford. O professor John William Draper fez uma longa apresentação sobre Darwin e progresso social e, então, Samuel Wilberforce, o bispo de Oxford, atacou as ideias de Darwin.
O próprio Darwin não defendia suas ideias em público, embora ele lesse avidamente tudo sobre o debate. Ele encontrava-se frequentemente doente e apenas fazia comentários através de cartas e correspondência.


O seu círculo central de amigos cientistas – Huxley, Hooker, Charles Lyell e Asa Gray – activamente colocaram o seu trabalho em discussão nos palcos científico e público, defendendo-o de muitos críticos e ajudando-o a ganhar o respeito que lhe valeu a medalha Copley da Royal Society em 1864. A teoria de Darwin também foi usada como base para vários movimentos da época e tornou-se parte da cultura popular.
O livro foi traduzido para muitos idiomas e teve numerosas reimpressões. Ele tornou-se um texto científico acessível tanto para aos novos e curiosos cidadãos da classe média quanto para os trabalhadores e foi aclamado como o mais controverso e discutido livro científico de todos os tempos.


Publicações

(Em ingles)
. 1836: A LETTER, Containing Remarks on the Moral State of TAHITI, NEW ZEALAND.
. 1839: Journal and Remarks (The Voyage of the Beagle) Zoology of the Voyage of H.M.S. Beagle: publicado entre 1839 e 1843.
. 1842: The Structure and Distribution of Coral Reefs
. 1844: Geological Observations of Volcanic Islands
. 1846: Geological Observations on South America
. 1851: A Monograph of the Sub-class Cirripedia
. 1851: A Monograph on the Fossil Lepadidae; or, Pedunculated Cirripedes of Great Britain
. 1854: A Monograph of the Sub-class Cirripedia, with Figures of all the Species. The Balanidae (or Sessile Cirripedes); the Verrucidae, etc.
. 1854: A Monograph on the Fossil Balanidæ and Verrucidæ of Great Britain
. 1858: On the Perpetuation of Varieties and Species by Natural Means of Selection
. 1859: On the Origin of Species by Means of Natural Selection.
. 1862: On the various contrivances by which British and foreign orchids are fertilised by insects
. 1868: Variation of Plants and Animals Under Domestication
. 1871: The Descent of Man and Selection in Relation to Sex
. 1872: The Expression of Emotions in Man and Animals
. 1875: Movement and Habits of Climbing Plants
. 1875: Insectivorous Plants
. 1876: The Effects of Cross and Self-Fertilisation in the Vegetable Kingdom
. 1877: The Different Forms of Flowers on Plants of the Same Species
. 1879: "Preface and 'a preliminary notice'" em Erasmus Darwin de Ernst Krause
. 1880: The Power of Movement in Plants
. 1881: The Formation of Vegetable Mould Through the Action of Worms
. 1887: Autobiography of Charles Darwin (editado por seu filho Francis Darwin).

Cronologia de Vida

. 1809 – Nasce dia 12 de Fevereiro, Charles Darwin.
. 1817 - Morre a mãe. Darwin entra na escola de Shrewsbury.
. 1825 – Diploma-se como estudante medíocre.
. 1826 - Frequenta a Real Sociedade de Edimburgo e outras sociedades científicas.
. 1828 - O pai de Darwin matricula-o no Christ's College de Cambridge.
. 1831 - É convidado para ocupar o cargo de naturalista oficial do Almirantado britânico a bordo do Beagle, um navio pronto a zarpar para uma missão geográfica ao redor do mundo. Aceita o convite e parte da Inglaterra no dia 27 de Dezembro.
. 1832 - Visita as Canárias (Jan.), a ilha Fernando de Noronha (Fev.) e Salvador, na Bahia. No dia 4 de Abril chega ao Rio de Janeiro onde permanece até ao dia 5 de Julho. Visita, a seguir, o Uruguai, a Argentina e a Terra do Fogo.
. 1833/36 - Explora e observa a fauna, a flora e a geologia de diversos países: Argentina, Patagónia, Terra do Fogo, arquipélago Chonos, ilha Chiloé, Chile, planaltos dos Andes, ilhas Galápagos, Taiti, Austrália, Nova Zelândia, ilhas Cocos, África do Sul, ilha Ascensão.
. 1839 - Casa-se com Ema Wedgwood. (fig.). Nasce seu primeiro filho, William.
. 1849 - Morre, em Shrewsbury, o pai de Darwin, este não vai ao enterro porque está doente.
. 1851 – Morre com 10 anos, a sua filha preferida Annie.
. 1853 – Recebe a Medalha da Sociedade Real.
. 1878 - É eleito membro correspondente do Instituto Francês e da Academia de Ciências de Berlim.
. 1879 – Recebe o Prémio Bressa da Real Academia de Turim.
. 1882 - Morre no dia 19 de Abril, sendo sepultado na Abadia de Westminster no dia 26 do mesmo mês, entre os túmulos de Newton e Herschel.


Curiosidades

A Tartaruga de Darwin

 Em 1835, quando Charles Darwin visitou as Ilhas Galápagos durante a sua viagem à volta do mundo. Darwin desembarcou nas ilhas e procurou capturar animais desconhecidos e catalogá-los. Umas das atracções do arquipélago eram as suas tartarugas gigantes, classificadas na espécie Geochelone nigra, que abundavam em todas as ilhas. A tripulação entusiasmou-se com estes animais e, quando partiram, levaram consigo quatro juvenis. Já de regresso a Inglaterra, duas das tartarugas morrem e as outras duas são enviadas para a Austrália (1841). Uma delas acaba por morrer em 1929 no Jardim Botânico de Brisbane, contudo a outra de nome Harriet, viveu 175 anos e acaba por morrer no Jardim Zoológico de Beerwah em Julho de 2006. Era o animal mais velho da terra.


Bibliografia

Internet:
www.darwin.ru.net
www.vidaslusofonas.pt/charles_darwin.htm
www.charles-darwin.com
www.aboutdarwin.com



Trabalhos Escolares, ENEM, VESTIBULAR,TODAS AS MATÉRIAS, BIOLOGIA, ED. FÍSICA, FÍSICA, GEOGRAFIA,HISTÓRIA,INFORMÁTICA, LITERATURA, MATEMÁTICA, PORTUGUÊS, QUÍMICA E MUITO MAIS!!! tudo grátis, trabalhos feitos, trabalhos acadêmicos, trabalhos universitários, monografias, teses, tcc, trabalho de conclusão de curso, informativos, livros, revistas, artigos, artigos científicos, artigos imparcialistas, documentos de investigações, monografias, resenhas, paper, ensaios, bibliografias, textos, traduções, regras ABNT, Vancouver, digitações, dissertações, projetos, pesquisas, conteúdos para o ensino médio, fundamental, vestibulares e cursos, coletâneas, frases, conclusões, mensagens, citações, temas, textos jornalísticos, gêneros literários, arquivos, relatórios, apostilas, publicações, revisões, anteprojetos, resenhas, orientações, poesias, receitas, doutrinas, plano de negócios. Educação, educacional, escola, escolar, escolres, estudos, estudante, estudando, professor, professora, professores, ensino, ensinar, ensinando, instrução, instruir, instruído, instruindo, educar, educando, eduque. Tudo gratuito, gratuitamente, grátis. geografia, geofísica e geologia, normas abnt, trabalhos prontos, monografia, trabalhosescolares, revisados, universidades, faculdade, Pesquisa Escolar, lista de resumos, downloads de livros, Imagens, Educação, guerras, pedagogias, biblioteca virtual, escola, apostilas, Grupo Escolar, orientações, etapas, dicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário





Palavras mais buscadas no site:

Trabalhos Escolares Trabalho Escolar Biologia Português Matéria Português Rede Social Dicas de Português História Língua Portuguesa ZOOLOGIA Facebook Memes Trolls Geografia Memes Zuando muito no face Trollando Memes para facebook Escrevendo em redes sociais Dúvidas de Português Educação Física Concursos Públicos Gramática Esportes Concursos Dicas de Concursos Públicos Biografia Química O que é a língua portuguesa Física Questões para Concursos Geologia Informática Questões Enfermagem Geofísica Enem Cartaz Cartazes Manifestações TI Tecnologia Blocos Econômicos e Organizações Internacionais Arte Artes GENÉTICA Sociologia PROUNI SISU Concordância Biografias Dicas Diversos ECOLOGIA Faculdade Universidade Vestibular Matemática Simulado Atualidades Civilizações Protesto CAFTA Seu Trabalho Ortografia QUESTÕES DE Português com Gabarito Literatura Crase Computadores analógicos Curiosidades Esqui Aquático Gramática. História da computação História do hardware Redação Índio EVOLUÇÃO QUESTÕES de Matemática com Gabarito Indígena Resumo Uso da Crase - quando há (ou não) crase Geometria Analítica Livro Plural RACIOCÍNIO LÓGICO Artigos 196 a 200 da Constituição Federal Grafia Hífen Lei n° 8.142 Lei nº 8.080 Organização e Funcionamento do SUS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Com Gabarito Sistema Único de Saúde Autores Geometria Homônimos Parônimos Tecnologia da Informação Uso da vírgula Construções Geométricas Educação Resumos Vírgula Anita Garibaldi Equação da reta Questão de Concurso Reciclagem Sinônimos Verbos Vocativo Aleijadinho Aluísio Azevedo Aposto Avaliação Carta Comunidade Andina Dicionário Emprego Energia Estudar Fast Estudo Analítico do Ponto Estudo da Reta Exercícios Fernando Pessoa Formas variadas de linguagem Futebol Gauchês Ginástica História da Idade Média Idade Média Identidade Imagens para Facebook Inclinação da reta Lei Lei federal Nitrogênio Ortográfico Pedagogia Polo aquático Precisão e adequação vocabular Pronomes Psicologia Publicidade Reforma ortográfica Saúde Significados Tênis de Mesa Uso de por que Verbo Vocabulário por quê porque e porquê Ângulo de inclinação da reta 99 : Salário baixo e injustiça A Estrutura Curricular da Disciplina De Educação Física A Grande Influência da Lua em Nossas Vidas. A guerra civil gaúcha A participação do México no Nafta ACENTUAÇÃO ACENTUAÇÃO GRÁFICA ANARQUIA ASEAN Abandono Acentos Adolf Hitler Advérbios Afonso Pena AlCA x ALBA Alca Alfabeto Alfred Wegener Anatomia comparada Apec Apostila Apostila Concurso Professor Apostila PEB ll Arte Barroca Arte Rupestre Artesanato Arthur Aguiar Artigos Assíria Asteca Astrolábio Atletismo Até onde a Lua influencia a nossa vida? Automação Babilônia Badminton Balonismo Barack Obama Barão de Mauá Barão do Rio Branco Basquetebol Beisebol Benito Mussolini Benjamin Constant Bilhete Biodiversidade Biogeografia Biologia molecular Boxe Brasil - Eleições 2006 CEI – Comunidade dos Estados Independentes CLIMA Cabo de Guerra Caminhada Cana-de-açúcar Capoeira Caratê Caricom Carlos Chagas Carlos Drummond de Andrade Carta Argumentativa Carta comercial Carta de Reclamação Carta de informação Carta de solicitação Carta do leitor Cartaginês Cartão-postal Carvão mineral Casal Castro Alves Celta Charles Chaplin Chico Buarque de Holanda Chinesa - Civilizações Ciclismo Circunferência Clarice Lispector Classificação dos blocos econômicos Claude Debussy Comemoração em outros Países Comparativo entre C e java Comunidade Britânica Comunidade Sul-Americana de Nações Conceito Conceitos Concretismo Consciência Convite Copa 2014 Coreia do Norte e a Coreia do Sul Corrida Crise na Tunísia Cruzadas Crítica DEFENSIVOS AGRÍCOLAS DENSIDADE DESENHO DESMATAMENTO DESTAQUES NO MUNDO DOMESTICAÇÃO Dança Data Comemorativa Data Mining Data Warehouse Decreto nº 7.508 Descrição Desflorestamento Desrespeito com o professor Dia das Mães Dia do Descobrimento do Brasil - 22 de Abril Dicionário Web Direito Administrativo Dom Pedro I Duque de Caxias E-mail ESPÉCIES EM EXTINÇÃO EXPRESSIONISMO Educação no Brasil Educação nota 10 Egípcia Eleição de Dilma Rousseff Energia Solar Enunciação e contexto Escalada Escultura Esgrima Esporte Estrangeirismo Estrangeirismos Estudar é para os fortes Estudo da Circunferência Euclides Evolução da Tecnologia da Informação Exemplos de Textos do Cotidiano Expedições medievais realizadas em nome de Deus FIES FOTOSSÍNTESE Falsos Sinônimos Falta de Vagas Fauna Fenícia Feriados Feudalismo Figuras de estilo Filogenia Filogeografia Filosofia Fisiologia Flora Fly Fishing Formação de blocos econômicos Força de Floriano Fracasso da Alca Francesa Frases em imagens Frescobol Futebol americano Futurismo Fórmula 1 G 20 Financeiro GEO1M1 GEO2M2 Geometria Euclidiana Germânica Geógrafo Geólogo Ginástica Artística Ginástica de trampolim Globalização Glossário Web Golfe Golfo Pérsico Gonçalves Dias Governo x Educação Graciliano Ramos Grafite Grega Grego Grigori Perelman Guerra Guerra Civil Americana Guerra de Secessão Guia Prático Gêneros textuais argumentativos Gêneros textuais do cotidiano Gêneros textuais do universo jornalístico HISTiatÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA ARTE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃ Heitor Villa-Lobos Hidroginástica História do Futebol História em quadrinhos Homero Homo sapiens Homônimas e Parônimas Hóquei IMPRESSIONISMO Idade Antiga Idade Contemporânea Idade Moderna Importância da mulher na sociedade Inca Indiana Indigena Individualismo Industrialização da China Industrialização e Urbanização Indígena no Brasil Indígenas Inglesa Inglês Ingresso Tardio Inscrições Integração da Venezuela ao Mercosul James Watt Japonesa Jet Ski Jiu Jitsu Jogo de Queimada Jogos Olímpicos Pequim 2008 John Fitzgerald Kennedy José de Alencar Judô Karl Marx Kung-Fu Lima Barreto Linguagem e comunicação Localização do Golfo Pérsico Luiz Gonzaga MEIO AMBIENTE MIGRAÇÕES ANIMAIS MMA Mixed Martial Arts Madeira Mahatma Gandhi Maia Mamíferos Manguezal Medicina Memórias de Computadores Mercosul Mercosul: Países Integrantes Mercúrio (planeta) Mergulho Mesóclise Minas Gerais Missão Científica Espacial Brasileira Mix Útil Modelos de Processadores Modismos Monarquia Monteiro Lobato Moralismo Morfologia Mundo Summary Musculação Médicos Nado Sincronizado Natação Neologismo Neologismos O milênio da mulher O que é Educação Física? OEA OLAP OMC ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SUS - LEI 8080/90 E 8142/90 ORIGAMI Op-art Opep Opinião Os livros são um oceano infinito de conhecimento PEB ll POLUIÇÃO Paleontologia Parkour Pedro Bandeira Pedro Álvares Cabral Pensamentos Persa Perímetros Pesquisa Pessoa Piaget Pintura Placa tectônica Planejamento e Gerência de Projeto de Software Planície Pleonasmo Pontuação Pop Art Portugal Povos indígenas Presidentes da República do Brasil Primavera Árabe Princesa Isabel Professor Professor trollando aluno que não estuda Pronomes átonos Prosa Naturalista Prova Pré-História Próclise QUALIDADE DE VIDA QUESTÕES DE Português Acentuação Com Gabarito QUESTÕES DE Português Crase com Gabarito Questão do Mensalão Questões de Português Ortografia com Gabarito R$9 RENASCIMENTO RESPONSABILIDADE SOCIAL ROCOCÓ Racismo Ranking Mundial de Educação Rapa-Nui Rebelião Popular Rede municipal de saúde Redundância Relacionamento Remo Repetência Reservas indígenas no Brasil Respeite o Professor Respostas Resumo de Livro Revolta da Armada Revolta da Vacina Revolta na Líbia Revolta no Egito Revolução Federalista Revolução Francesa Robô Romana Romero Britto Russa SADC Saltos Ornamentais Semânticas Seriados Sintaxe Sismo Sistema Operacional Sistemática Skate Squash Subjuntivo Suméria Surfe Tabelas Cruzadas e DrillDown Taekwondo Teatro Terremoto Texto instrucional (injuntivo) The Vampire Diaries Tigres Asiáticos Tipos de Frase Triathlon Turca Turfe Tênis Unasul União Europeia União Européia Urbanização da China Urânio Uso do Hífen (Novo Acordo Ortográfico) Verbo Auxiliar Verbos Abundantes Verbos Anômalos Verbos Defectivos Verbos Regulares e Irregulares Verbos Transitivos Verbos de Ligação Verdades e mentiras sobre o conflito das Coreias Vida de professo Viking Voleibol Voleibol de Praia Volumes Water Bike Xadrez Xenofobia Xilogravura Zuando na escola 2013 dúvida léxico regionalismo saúde no Brasil tempo verbal toma dicionário na cara variante linguística Árabe - Civilizações Áreas Ângulos Ênclise