OVINOCULTURA



ALGUNS CONCEITOS
OVINOS - Passam maior parte do tempo ao ar livre.
-Entorno/orientação: proteger dos ventos frios de SO.
-Temperatura do ar: 10ºC a 25ºC.
-Umidade: bem protegido.
-Ventilação: muito boa, sem corrente sobre os animais.
-Mureta: de 1.40 a 1.60 m no perímetro da construção.
-Insolação: proteger do sol excessivo. Proteger do calor intenso.
-Para ovinos: Condições favoráveis para criação: T max 25ºC, T min 22ºC
-Prejudicial: Umidade relativa afeta a evaporação no sistema respiratório.


 Condições necessárias para a criação de ovinos

Ø  Conhecimento técnico por parte do criador, além de seu "entusiasmo" pela atividade;
Ø  Animais de boa qualidade e procedência;
Ø  Clima adequado ao tipo de criação e às raças criadas;
Ø  Disponibilidade de água, alimentação e eventuais suplementos;
Ø  Qualidade pastagens.


Clima adequado

Existem várias raças de ovinos que, de acordo com a sua região de origem, se adaptam melhor a determinadas condições climáticas. Apesar de se adaptarem a diferentes tipos de clima, a maior parte das raças se desenvolve melhor em climas mais frios e com uma umidade relativa do ar média. Desta forma, são dados importantes a latitude e a altitude, onde desejamos criar ovinos.


Disponibilidade de água, alimentação e eventuais suplementos

Os ovinos necessitam de uma considerável quantidade de água para sobreviver, quantidade essa que varia de acordo com as temperaturas encontradas na região da criação. Em média, os animais adultos consomem de 3 a 4 litros de água por dia e os cordeiros, de 1 a 2 litros. Esse consumo varia, também de acordo com a estação climática: no verão o consumo aumenta e no inverno diminui. Devemos fornecer, sempre, água fresca e em bebedouros, uma água limpa e que garanta a qualidade de vida e saúde dos animais.
Além da água, os animais poderão consumir rações balanceadas, diferenciadas para cada fase do desenvolvimento dos animais. Essas rações podem ser utilizadas como alimentação principal (em regime de confinamento) ou como suplemento alimentar para os animais criados em regime de pasto.


ALIMENTAÇÃO
Alimentação - A alimentação dos ovinos deve se basear no pastejo com gramíneas, se possível consorciada com leguminosas. Além disso, deve ser suplementada com sais minerais, que ficarão à disposição nos cochos. Na seca, alimentação deve ser reforçada com feno, silagem ou caplnelra cortada, triturada e dada no cocho. Deve ser fornecida na seca e nas oito primeiras semanas de amamentação. A alimentação adicional pode se constituir também de milho desintegrado, cana picada, feljão-guandu, além do feno de gramíneas e leguminosas.
Dois hectares de milho podem fornecer ração adicional para 120 ovelhas e suas crias machos até a 13 semana de Idade. O pasto, de preferência, não deve ultrapassar os 40 cm de altura. Os capins recomendados para a formação do pasto são o pangola, o braquiárla. o estrela-africana, o bermuda. e o quiculo, entre outros, dependendo do tipo de solo e do clima da região em que a propriedade se localiza.


REPRODUÇÃO
Estação sexual-
Fêmea: As ovelhas são poliéstricas estacionais de modo que os filhotes nascem durante a época mais favorável do ano, a primavera. A duração da estação sexual varia com o comprimento do dia, raça e nutrição. Nas zonas tropicais, onde há menor variação na luz diária, as ovelhas tendem a se reproduzir durante o ano todo. A temperatura ambiente e a falta e alimento podem restringir a atividade sexual durante alguns meses do ano nos trópicos, porém logo após o início da estação chuvosa, a atividade sexual aumenta, provavelmente devido a uma modificação na disponibilidade de alimento.
Macho: O carneiro não apresenta uma estação de cobertura restrita, mas a atividade sexual é maior no outono, declinando no final do inverno, primavera e verão.  A diminuição (ou encurtamento) do dia estimula a secreção de FSH, LH e Testosterona em carneiros, enquanto que o aumento (ou alongamento) do dia inibe estes hormônios.


PUBERDADE
 Fêmea: A puberdade, idade da primeira ovulação, ocorre aos 6 a 9 meses. A decisão de colocar um animal jovem em reprodução tem uma grande importância, por afetar o seu desempenho reprodutivo futuro. A chegada da puberdade em ovino é influenciada por fatores genéticos e ambientais tais como diferenças  de  raças  e  linhagens,  planos  de  nutrição  e  época  do nascimento. O primeiro cio ocorre quando a  fêmea pesa de 50  a 70% do peso  adulto.
Macho: A puberdade no carneiro está associada a um marcante aumento na secreção de testosterona, na espermatogênese e no comportamento sexual. O tamanho dos testículos aumenta quando os cordeiros atingem 8 a 10 semanas de idade e peso corpóreo de 16 a 20  quilos.  Estes fatos  coincidem  com  o  aparecimento  de  espermatócitos  primários  e aumento da  luz dos  túbulos seminíferos. A cópula com ejaculação de espermatozóides viáveis ocorre ao  redor de 4 a 6 meses de  idade com peso vivo de 40 a 60% do peso adulto


GESTAÇÃO
Sabendo-se que a gestação da ovelha é em média de 140 dias é possível prever, aproximadamente, a época de parição e alguns cuidados devem ser tomados para que se tenha em bom produto. A gestação da ovelha pode ser dividida em duas fases:
- até os 100 dias, onde as exigências nutricionais são moderadas;
- e os últimos 50 dias ou terço final de gestação.
Neste período é que ocorrem 70% do crescimento fetal, além da preparação da ovelha Para a lactação.  Por  isso  deve-se  ter  um  cuidado  maior  nesse  período,  pois,  caso contrário, ter-se-á baixa produção de leite, baixo peso ao nascer e mortalidade elevada.
No último mês de  gestação  as  ovelhas  devem  ser  vacinadas  contra enterotoxemia para que seja conferida imunidade passiva aos cordeiros.
Deve-se  controlar  a  verminose,  pois  é  no  final  da  gestação  e  lactação  que ocorrem as maiores infestações.
Deslocamentos devem ser cuidadosos para não estressar as ovelhas.
E, devem ser oferecidas boa pastagem, água pura e sombra.
Um mês antes da parição deve ser realizada a remoção da lã das fêmeas da região perivulvar, úbere (cascar reio) e em torno dos olhos (desolhe).  O cascarreio favorece o acesso dos recém-nascidos às tetas, reduz a incidência de bicheiras na região vulvar após a parição e facilita a


PARTO
O feto representa o papel chave no início do parto. Os partos são distribuídos ao longo do dia. Não se deve interferir no parto sem necessidade e nem por algum tempo depois. A maioria dos cordeiros fica em pé dentro de 15 minutos após o nascimento, e dentro de um ou duas horas, a maior parte das ovelhas permite que o cordeiro dirija-se para o úbere. O “período crítico” de união da ovelha ao cordeiro é curto. Se o cordeiro for removido logo após o nascimento, ele será rejeitado pela mãe quando apresentado a ela 6 a 12 horas mais tarde. Passado esse tempo deve-se fazer o corte e desinfecção do cordão umbilical, com tintura de iodo a 2%. Faz-se, também, a marcação do cordeiro com tatuagem ou brinco.  Em casos de partos múltiplos deve-se ficar atento para que a ovelha não abandone nenhum filhote, caso ocorra, tratá-lo na mamadeira ou fazer com que alguma ovelha o adote. Aos 20 dias, no máximo, deve ser feita a descola.


LACTAÇÃO
Nas primeiras seis a oito semanas de lactação, a ingestão de leite pelo cordeiro é fundamental para eu crescimento, ainda que o pico de produção leiteira ocorra duas a três semanas após o parto. O peso de cordeiro ao nascimento e seu apetite, exercem uma ação direta na produção de leite, ou seja, um cordeiro mais pesado leva a uma maior produção leiteira pela mãe, o que por sua vez, o leva a um maior ganho de peso. Se a pastagem for de boa qualidade não há necessidade  de  se  suplementar  as ovelhas,  mas  em  caso  contrário,  pode-se  suplementá-las  com  feno,  silagem  e  até concentrado.


DESMAMA
A desmama, definida como a  supressão  total  da ingestão  de  leite  pelo  cordeiro,  é  efetuada  nas  mais  distintas  formas,  conforme  os sistemas de produção empregados nas diversas regiões criatórias do mundo. Consideram três sistemas de desmama: precoce, semiprecoce e tardio. O precoce refere-se à separação do cordeiro na faixa de 21 a 45 dias; o semiprecoce e 60 a 100 dias; o tardio de 100 a 150 dias de idade. A desmama  tardia  é  típica  dos  sistemas  extensivos  de  criação,  ao  passo que  a precoce ajusta-se tanto aos casos das explorações leiteiras, como dos sistemas intensivos de produção de carne. No caso específico das novas áreas de criação acima citadas, nasquais as condições climáticas indiquem a necessidade da implantação do confinamento, em virtude das altas cargas parasitárias da pastagem, a desmama precoce, efetuada ao redor de 45 dias, é a mais indicada. (). O pico da produção de leite ocorre entre a terceira e quarta semana após o parto, sendo que 75% do total da lactação são produzido nas oito primeiras semanas. O período de real dependência pelo  leite  pode  ser encurtado, de acordo com o manejo alimentar. As vantagens da desmama precoce pode ser resumida nos seguintes pontos:
- O processo de transformação direta de forragem em carne é mais econômico que a dupla conversão de forragem em leite e de leite em carne;
- A desmama precoce com a colocação dos cordeiros recém-desmamados em pastagens descontaminadas, reduzirão as infestações por vermes;
- Aumento da produção de lã das ovelhas, considerando que uma ovelha produz  20 a 30% mais lã em relação a uma ovelha com cordeiro ao pé;
- Com a redução das suas exigências nutricionais, as fêmeas poderão permanecer em pastagens de qualidade mediana, ficando os cordeiros nos melhores piquetes;
- Facilita o manejo do rebanho, permitindo que as ovelhas cheguem ao próximo encarneiramento com melhor condição corporal.


DOENÇAS
A doença produz, mesmo em lesões leves, dificuldade de locomoção, limitando o deslocamento dos animais e influenciando, significativamente, na alimentação e reprodução. Rebanhos portadores desta enfermidade apresentam reduções no peso corpóreo de até 11%. Como decorrência da dificuldade de alimentação, há também uma redução na produção de lã em até 8%, além do comprometimento da qualidade deste produto.
Dose vacinal e via de aplicação
A dose da vacina é de 2 ml e a via adequada é a intramuscular, na região da tábua do pescoço. Ovinos e caprinos adultos e animais jovens a partir dos três (3) meses de idade devem ser vacinados. Animais primeiramente vacinados devem receber um reforço da vacina após 21 a 42 dias da primeira vacinação. O uso de agulhas para ovinos deve restringir-se a 13x10 ou 15x10, ou seja, agulhas com 13 a 15 mm de comprimento e 1 mm de diâmetro.


INSTALAÇÕES
A importância das instalações está fundamentada na extrema capacidade que elas têm em buscar a otimização da relação homem/animal/ambiente, dentro de um processo de produção, isto é: elas facilitam e reduzem o uso da mão de obra para as tarefas diárias, favorecem o manuseio do rebanho e o controle de doenças, protegem e dão segurança aos animais, dividem pastagens, armazenam e reduzem o desperdício de alimentos, entre outras.             As instalações devem ser muito bem planejadas para oferecerem conforto aos animais.
·         Galpão bem arejado, higiênico, sem correntes de vento, com baixa amplitude  de  variação  de  temperatura,  sem  radiação  solar  direta  e ausência  de  poeira  excessiva,  são  fatores  que  vão  determinar  o  sucesso  do empreendimento.
·         O piso pode ser de terra ou cimentado, devendo-se utilizar cama  (feno, palha de arroz ou maravalha), ou piso ripado.
·         A área  por  animal  confinado  depende  das  condições  da  instalação.  Quando forem  ótimas,  pode-se  considerar  0,60m2/cordeiro,  até  30  Kg  de  peso  vivo, aumentando-se de acordo com a situação.
·         Os comedouros deverão ser protegidos, para que os  animais  não  entrem,  evitando  que  defequem  e  urinem  na  ração,  fato  que implicará em perdas substanciais.
·         O terreno deve ser de textura bem consistente (duro, pedregoso ou de afloramento calcário) e com boa drenagem; construída próximo à casa do manejador;
·         Orientação: em instalações com área coberta, esta deve ser construída no sentido norte-sul, no maior comprimento e com declividade de 2 a 5%.

Os sistemas mais utilizados na criação de ovinos são: extensivo, semi-extensivo e intensivo.


SISTEMA EXTENSIVO
Neste sistema de criação, os animais ficam livres no pasto. Este sistema é voltado para a produção de carne de forma tradicional ou para a subsistência, e, não sendo necessária a construção de instalações grandiosas, devem-se ter, apenas, áreas com bom sombreamento. Apresenta baixa produtividade e ocupa grandes extensões de terra, com água natural. Neste sistema, o proprietário não mantém controle sobre os animais; por isso, não é recomendável a produção comercial de ovinos.


SISTEMA SEMI-EXTENSIVO
    Os animais vão ao pasto e são recolhidos à noite nas instalações, recebendo  suplementação volumosa,
concentrada e mistura mineral no cocho em determinadas épocas do ano ou em determinadas fases de produção.
Neste sistema, o criador tem a possibilidade de melhor controle zootécnico e sanitário do rebanho se utilizar
instalações adequadas e fizer o manejo correto. Para isso, é necessária a construção de abrigos com bebedouros e
comedouros, cocho privativo para os cordeiros e cercas na divisão dos piquetes. É um sistema viável para a exploração tecnificada, pela possibilidade de oferta de alimentos e suplementação, sendo que o animal não caminhará grandes distâncias para se alimentar.


 SISTEMA INTENSIVO
Consiste no confinamento total dos animais, com área de solário, sendo ideal para a produção de carne precoce
(cordeiro premium). Requer tecnologia e investimentos maiores do que os sistemas anteriores. A base da alimentação são os volumosos, a suplementação concentrada, a mistura mineral e a água fornecida em comedouros e bebedouros.
Aspectos Importantes na Construção das Instalações para Ovinos
Tamanho ou a área das instalações – O tamanho ou a área de uma instalação diz respeito tão somente ao tamanho do rebanho. Seja para o pastoreio ou alimentação no cocho, seja para o descanso ou repouso noturno dos animais, o que se espera é que a instalação disponibilize espaço apenas o suficiente para propiciar condições favoráveis ao desempenho dos animais. Mais do que isso, é desperdício.
Tamanho exagerado ou área em excesso têm custos mais elevados, sem trazer maiores benefícios.
As Principais Instalações
Entre as instalações mais utilizadas na produção de ovinos, as principais são:
          apriscos
          comedouros
          bretes
          pedilúvio
          esterqueiras
          saleiros
          centros de manejo
          currais
          cercas
          bebedouros
          galpões
          salas de ordenha

Aprisco de Chão Batido
Este é o tipo mais usado entre os criadores de caprinos e ovinos no Nordeste. Para a construção deste tipo de instalação considerar os aspectos anteriormente mencionados sobre localização. Considerar para fins de altura do pé direito, algo entre dois e dois e meio metros de altura. A área por animal está descrita logo abaixo.
Tamanho das áreas coberta e descoberta (área de exercício) de um aprisco para caprinos e/ou ovinos, em Cab/m2.


CATEGORIAS
AREA COBERTA (m²)
AREA DESCOBERTA (m²)
Matrizes
1,0
 > 2,0
Animais Jovens
0,8
 > 1,5
Crias
0,5
 > 1,0
Reprodutores
3,0
 > 6,0

Recomenda-se utilizar o dobro da área coberta para cada categoria de animal. Obs.: Estas mesmas medidas são recomendadas também para Centros de Manejo e Currais de engorda.

Outras recomendações de medidas:

Cocho:  Recomenda-se 0,2 m a 0,25 m linear para cada animal, ou seja, utilizar 04 a 05 animais por metro linear de cocho.

Brete:  Comprimento = 08 m; Largura = 0,25 m na base inferior e 0,35 m na base superior; Altura = 0,85 m. Os bretes são instalações complementares de um centro de manejo. Devem ser centralizados e construídos de tal forma a permitir um fácil acesso dos animais.

Pedilúvio: Comprimento = 2,0 m; Profundidade = 0,10 m; Largura = a mesma largura da porteira. A finalidade do pedilúvio é fazer a desinfecção espontânea dos cascos dos animais, toda vez que eles entrem ou saiam do aprisco.

Esterqueira: A esterqueira pode ser de alvenaria, medindo 4,0 m de largura x 2,0 m de profundidade e 1,5 m de altura. A esterqueira é uma construção reservada para depósito de esterco. Ela permite o melhor aproveitamento do esterco e contribui para melhorar as condições higiênicas da criação.

Saleiro: Geralmente, são feitos com pneus cortados, suspensos do solo de 20 cm a 30 cm, em forma de balanço, no sentido de favorecer o acesso ao consumo de minerais e dificultar o acesso à contaminação e ao desperdiço do sal. Saleiros são pequenos cochos distribuídos estrategicamente em meio às instalações, com a finalidade de promover a suplementação mineral dos animais.

Cercas: Existem vários tipos de cercas, a saber: cercas de arame farpado; cercas de arame liso; cercas elétricas; cercas de madeira (varas), etc. Vale salientar que o custo de cada cerca varia com o tipo e com o material empregado. Nos sistemas de produção que visam o aproveitamento da pele com qualidade, as cercas para caprinos e ovinos não devem ser feitas com arame farpado. De toda forma As cercas destinadas a conter os animais devem ter 90 cm de altura. com distância de 22 cm entre os fios superiores e 12 cm entre os inferiores três fios superiores e três fios inferiores. Para a criação de ovelhas são necessários, pelo menos, três pastos: um para as ovelhas de cria e animais novos, outro para as ovelhas e capões. e o terceiro para o plantel.

Piquetes: Os piquetes devem ser Instalados em área de fácil fiscalização. Neles devem ser colocados os animais que necessitem de trato especial ou que precisam de maior assistência. Uns três ou quatro piquetes sempre são úteis.

Bebedouros: Os comedouros e bebedouros devem estar localizados fora das baias evitando assim a contaminação fecal de água e alimentos, bem como facilitando o acesso e a limpeza dos mesmos pelo manejador. Para colocação externa de comedouros e bebedouros faz-se necessária a existência de aberturas (canzis) para a passagem da cabeça do animal.

Currais: Os currais incluem como anexos, os bretes (dispositivo para prender o animal), A construção do curral deve ser em local central, em terreno levemente inclinado e bem drenado. Os currais devem ser feitos com cercas de arame liso ou de madeira de preferência sem ângulos nos cantos. Os bretes são dispostos em seguida aos currais e são compartimentos menores. feitos com tábuas e providos de tranqueiras que facilitam a movimentação, dos ovinos.  Abrigos rústicos podem ser providenciados nos pastos. com a formação de maciços de árvores de sombra ou com a limpeza de pequenos capões Já existentes. Os abrigos devem ser calculados na base de melo hectare para 500 cabeças de ovinos. Para pequenos rebanhos, são úteis abrigos cobertos de palha. mesmo para a proteção de cochos de sal mineralizado.  Já para as criações intensivas ou do tipo misto, é útil um aprisco para abrigar os animais à noite e para facilitar os cuidados com os ovinos. Nos apriscos os ovinos podem ser mantidos em balas individuais ou coletivas. conforme a categoria. Nas balas coletivas. deve ser prevista a área de 1.5 m2 por cabeça. Cada divisão precisa ter comedouro, bebedouro e grade para feno.
Em criações de grande vulto é necessário que se construa um banheiro anti-sárnico, segundo projetos fornecidos por associações de criadores, Secretaria ou Ministério da Agricultura. Em pequenas criações é dispensável, pois em caso de necessidade poderão ser feitas pulverizações contra o parasitas.
Localização das construções - para toda construção, a sua localização é de extrema importância, na medida em que ela deve atender aspectos de ambiente, de espaço, de tempo e de segurança, no desenvolvimento das atividades diárias com um rebanho. Em caso de apriscos, por exemplo: eles devem ser construídos em terreno elevado, bem drenado, ventilado, longe de estradas e próximo à casa do manejador; A localização de uma instalação está relacionada com as características de cada propriedade. No entanto algumas orientações devem ser seguidas, tais como: O local deve ser uma área convergente das pastagens ou permitir fácil acesso a todas elas a fim de favorecer a otimização da mão-de-obra no manejo do rebanho;
Situação – Em algumas instalações, como é o caso dos apriscos, em especial, a sua situação com relação aos pontos cardeais é um fator importante, tendo em vista a predominância dos ventos e das chuvas, em cada localidade, e a redução máxima dos seus efeitos negativos sobre os animais (as correntes de ar e a umidade em excesso, entre outros). Assim, os apriscos deverão situar-se sempre no sentido Norte-Sul, para um melhor aproveitamento da penetração dos raios solares (manhã e tarde), permitir uma boa circulação de ar e resguardar os animais de ventos fortes e encanados.
Funcionalidade – Toda e qualquer instalação tem a obrigatoriedade de ser funcional, isto é, tem que atender bem às necessidades do rebanho, proporcionando proteção e segurança ao mesmo; deve facilitar a alimentação e tratamento dos animais e permitir a divisão dos mesmos em categorias. Atender, também, a uma melhor divisão de pastagens, ou a um melhor armazenamento de alimentos ou, ainda, permitir o livre acesso de manejadores e o trânsito fácil dos animais;
Higienização - A higiene das instalações é, sem sombra de dúvida, um aspecto de extrema importância na produção de caprinos e ovinos, sobretudo quando se trata de currais, apriscos e centros de manejo. A maior ou a menor freqüência de limpeza está condicionada às condições ambientais como: períodos chuvoso e seco, o tipo da instalação, a categoria de animais e as fazes de produção ( gestação, lactação, acabamento, etc.). Todavia, o bom senso do produtor ou do manejador é o melhor referencial indicativo para o estabelecimento da freqüência de limpeza das instalações. Em se tratando de salas de ordenha, a higienização deve ser realizada, diariamente, logo depois de efetuada cada ordenha.











www.trampoescolar.com - Trabalhos Escolares, Educação e Diversão! ENEM, VESTIBULAR, TRABALHOS ESCOLARES DE TODAS AS MATÉRIAS COMO: BIOLOGIA, ED. FÍSICA, FÍSICA, GEOGRAFIA, HISTÓRIA, INFORMÁTICA, LITERATURA, MATEMÁTICA, PORTUGUÊS, QUÍMICA E MUITO MAIS!!!
tudo grátis -> trabalhos escolares prontos, trabalhos feitos, trabalhos acadêmicos, trabalhos universitários, monografias, teses, tcc, trabalho de conclusão de curso, informativos, livros, revistas, artigos, artigos científicos, artigos imparcialistas, documentos de investigações, monografias, resenhas, paper, ensaios, bibliografias, textos, traduções, regras ABNT, Vancouver, digitações, dissertações, projetos, pesquisas, conteúdos para o ensino médio, fundamental, vestibulares e cursos, coletâneas, frases, conclusões, mensagens, citações, temas, textos jornalísticos, gêneros literários, arquivos, relatórios, apostilas, publicações, revisões, anteprojetos, resenhas, orientações, poesias, receitas, doutrinas, plano de negócios. Educação, educacional, escola, escolar, escolres, estudos, estudante, estudando, professor, professora, professores, ensino, ensinar, ensinando, instrução, instruir, instruído, instruindo, educar, educando, eduque. Tudo gratuito, gratuitamente, grátis. geografia, geofísica egeologia. Trabalhos Escolares, normas abnt, trabalhos prontos, monografia, trabalhosescolares, Encontre aqui trabalhos escolares prontos gratis, faca sua pesquisa escolar em milhares de trabalhos prontos e artigos revisados.
Monografia, monografias, trabalhos prontos revisados, tcc tema. Milhares de trabalhos prontos, monografias, teses, tcc .... trabalhos de universidades, resenha, Paper, Ensaio, Bibliografia, Trabalhos Escolares.
Trabalhos Escolares - Cola da Web coladaweb trabalhos-escolares O Cola da Web facilita sua vida escolar e acadêmica ajudando você em suas pesquisas, trabalhos escolares e de faculdade.... O Cola da Web NÃO faz a venda
Cola da Web - Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares Prontos, Encontre aqui trabalhos escolares e acadêmicos prontos grátis, faça sua pesquisa escolar em milhares de artigos, lista de resumos, downloads de livros e Imagens de trabalhos escolares
Brasil Escola - Educação, vestibular, guerras, pedagogias, Trabalho escolar, trabalhos escolar, trabalho pronto escolar, trabalho escolar pronto, biblioteca virtual, educação, escola, apostilas, trabalhos escolares,
Trabalho Escolar - Pesquisas Escolares - Grupo Escolar O Grupo Escolar é um canal de estudos repleto de pesquisas escolares sobre diversos temas. Faça seu trabalho escolar aqui e estude muito!
Trabalhos Escolares - como fazer, orientações, partes de um, trabalho.htm trabalho escolar, como fazer, pequisa, partes, etapas, dicas.
Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares, pesquisa-escolar de beleza indescritível poderia ter inspirado os elogios de Caminha à nova terra. Internet · Universidades. Páginas de Pesquisas. Trabalhos Escolares▻
Monografias Prontas & Trabalhos Prontos Escolares Trabalhos escolares, Trabalhos Prontos e Monografias Prontas para entrega. Elaboramos trabalhos escolares, monografias prontas, trabalhos prontos e Trabalhos de Qualidade Prontos, Assistência a Qualquer Trabalho, TrabalhosFeitos - Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos; Trabalhos, TrabalhosFeitos é uma crescente comunidade de trabalhos escolares e Anúncio relacionado a trabalhos escolares
TCCs Prontos Exclusivos trabalhosprontos Pesquisas relacionadas a trabalhos feitos trabalhos prontos trabalhos feitos anhanguera trabalhos feitos em casa t

Nenhum comentário:

Postar um comentário





Palavras mais buscadas no site:

Trabalhos Escolares Trabalho Escolar Biologia Português Matéria Português Rede Social Dicas de Português História Língua Portuguesa ZOOLOGIA Facebook Memes Trolls Geografia Memes Zuando muito no face Trollando Memes para facebook Escrevendo em redes sociais Dúvidas de Português Educação Física Concursos Públicos Gramática Esportes Concursos Dicas de Concursos Públicos Biografia Química O que é a língua portuguesa Física Questões para Concursos Geologia Informática Questões Enfermagem Geofísica Enem Cartaz Cartazes Manifestações TI Tecnologia Blocos Econômicos e Organizações Internacionais Arte Artes GENÉTICA Sociologia PROUNI SISU Concordância Biografias Dicas Diversos ECOLOGIA Faculdade Universidade Vestibular Matemática Simulado Atualidades Civilizações Protesto CAFTA Seu Trabalho Ortografia QUESTÕES DE Português com Gabarito Literatura Crase Computadores analógicos Curiosidades Esqui Aquático Gramática. História da computação História do hardware Redação Índio EVOLUÇÃO QUESTÕES de Matemática com Gabarito Indígena Resumo Uso da Crase - quando há (ou não) crase Geometria Analítica Livro Plural RACIOCÍNIO LÓGICO Artigos 196 a 200 da Constituição Federal Grafia Hífen Lei n° 8.142 Lei nº 8.080 Organização e Funcionamento do SUS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Com Gabarito Sistema Único de Saúde Autores Geometria Homônimos Parônimos Tecnologia da Informação Uso da vírgula Construções Geométricas Educação Resumos Vírgula Anita Garibaldi Equação da reta Questão de Concurso Reciclagem Sinônimos Verbos Vocativo Aleijadinho Aluísio Azevedo Aposto Avaliação Carta Comunidade Andina Dicionário Emprego Energia Estudar Fast Estudo Analítico do Ponto Estudo da Reta Exercícios Fernando Pessoa Formas variadas de linguagem Futebol Gauchês Ginástica História da Idade Média Idade Média Identidade Imagens para Facebook Inclinação da reta Lei Lei federal Nitrogênio Ortográfico Pedagogia Polo aquático Precisão e adequação vocabular Pronomes Psicologia Publicidade Reforma ortográfica Saúde Significados Tênis de Mesa Uso de por que Verbo Vocabulário por quê porque e porquê Ângulo de inclinação da reta 99 : Salário baixo e injustiça A Estrutura Curricular da Disciplina De Educação Física A Grande Influência da Lua em Nossas Vidas. A guerra civil gaúcha A participação do México no Nafta ACENTUAÇÃO ACENTUAÇÃO GRÁFICA ANARQUIA ASEAN Abandono Acentos Adolf Hitler Advérbios Afonso Pena AlCA x ALBA Alca Alfabeto Alfred Wegener Anatomia comparada Apec Apostila Apostila Concurso Professor Apostila PEB ll Arte Barroca Arte Rupestre Artesanato Arthur Aguiar Artigos Assíria Asteca Astrolábio Atletismo Até onde a Lua influencia a nossa vida? Automação Babilônia Badminton Balonismo Barack Obama Barão de Mauá Barão do Rio Branco Basquetebol Beisebol Benito Mussolini Benjamin Constant Bilhete Biodiversidade Biogeografia Biologia molecular Boxe Brasil - Eleições 2006 CEI – Comunidade dos Estados Independentes CLIMA Cabo de Guerra Caminhada Cana-de-açúcar Capoeira Caratê Caricom Carlos Chagas Carlos Drummond de Andrade Carta Argumentativa Carta comercial Carta de Reclamação Carta de informação Carta de solicitação Carta do leitor Cartaginês Cartão-postal Carvão mineral Casal Castro Alves Celta Charles Chaplin Chico Buarque de Holanda Chinesa - Civilizações Ciclismo Circunferência Clarice Lispector Classificação dos blocos econômicos Claude Debussy Comemoração em outros Países Comparativo entre C e java Comunidade Britânica Comunidade Sul-Americana de Nações Conceito Conceitos Concretismo Consciência Convite Copa 2014 Coreia do Norte e a Coreia do Sul Corrida Crise na Tunísia Cruzadas Crítica DEFENSIVOS AGRÍCOLAS DENSIDADE DESENHO DESMATAMENTO DESTAQUES NO MUNDO DOMESTICAÇÃO Dança Data Comemorativa Data Mining Data Warehouse Decreto nº 7.508 Descrição Desflorestamento Desrespeito com o professor Dia das Mães Dia do Descobrimento do Brasil - 22 de Abril Dicionário Web Direito Administrativo Dom Pedro I Duque de Caxias E-mail ESPÉCIES EM EXTINÇÃO EXPRESSIONISMO Educação no Brasil Educação nota 10 Egípcia Eleição de Dilma Rousseff Energia Solar Enunciação e contexto Escalada Escultura Esgrima Esporte Estrangeirismo Estrangeirismos Estudar é para os fortes Estudo da Circunferência Euclides Evolução da Tecnologia da Informação Exemplos de Textos do Cotidiano Expedições medievais realizadas em nome de Deus FIES FOTOSSÍNTESE Falsos Sinônimos Falta de Vagas Fauna Fenícia Feriados Feudalismo Figuras de estilo Filogenia Filogeografia Filosofia Fisiologia Flora Fly Fishing Formação de blocos econômicos Força de Floriano Fracasso da Alca Francesa Frases em imagens Frescobol Futebol americano Futurismo Fórmula 1 G 20 Financeiro GEO1M1 GEO2M2 Geometria Euclidiana Germânica Geógrafo Geólogo Ginástica Artística Ginástica de trampolim Globalização Glossário Web Golfe Golfo Pérsico Gonçalves Dias Governo x Educação Graciliano Ramos Grafite Grega Grego Grigori Perelman Guerra Guerra Civil Americana Guerra de Secessão Guia Prático Gêneros textuais argumentativos Gêneros textuais do cotidiano Gêneros textuais do universo jornalístico HISTiatÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA ARTE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃ Heitor Villa-Lobos Hidroginástica História do Futebol História em quadrinhos Homero Homo sapiens Homônimas e Parônimas Hóquei IMPRESSIONISMO Idade Antiga Idade Contemporânea Idade Moderna Importância da mulher na sociedade Inca Indiana Indigena Individualismo Industrialização da China Industrialização e Urbanização Indígena no Brasil Indígenas Inglesa Inglês Ingresso Tardio Inscrições Integração da Venezuela ao Mercosul James Watt Japonesa Jet Ski Jiu Jitsu Jogo de Queimada Jogos Olímpicos Pequim 2008 John Fitzgerald Kennedy José de Alencar Judô Karl Marx Kung-Fu Lima Barreto Linguagem e comunicação Localização do Golfo Pérsico Luiz Gonzaga MEIO AMBIENTE MIGRAÇÕES ANIMAIS MMA Mixed Martial Arts Madeira Mahatma Gandhi Maia Mamíferos Manguezal Medicina Memórias de Computadores Mercosul Mercosul: Países Integrantes Mercúrio (planeta) Mergulho Mesóclise Minas Gerais Missão Científica Espacial Brasileira Mix Útil Modelos de Processadores Modismos Monarquia Monteiro Lobato Moralismo Morfologia Mundo Summary Musculação Médicos Nado Sincronizado Natação Neologismo Neologismos O milênio da mulher O que é Educação Física? OEA OLAP OMC ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SUS - LEI 8080/90 E 8142/90 ORIGAMI Op-art Opep Opinião Os livros são um oceano infinito de conhecimento PEB ll POLUIÇÃO Paleontologia Parkour Pedro Bandeira Pedro Álvares Cabral Pensamentos Persa Perímetros Pesquisa Pessoa Piaget Pintura Placa tectônica Planejamento e Gerência de Projeto de Software Planície Pleonasmo Pontuação Pop Art Portugal Povos indígenas Presidentes da República do Brasil Primavera Árabe Princesa Isabel Professor Professor trollando aluno que não estuda Pronomes átonos Prosa Naturalista Prova Pré-História Próclise QUALIDADE DE VIDA QUESTÕES DE Português Acentuação Com Gabarito QUESTÕES DE Português Crase com Gabarito Questão do Mensalão Questões de Português Ortografia com Gabarito R$9 RENASCIMENTO RESPONSABILIDADE SOCIAL ROCOCÓ Racismo Ranking Mundial de Educação Rapa-Nui Rebelião Popular Rede municipal de saúde Redundância Relacionamento Remo Repetência Reservas indígenas no Brasil Respeite o Professor Respostas Resumo de Livro Revolta da Armada Revolta da Vacina Revolta na Líbia Revolta no Egito Revolução Federalista Revolução Francesa Robô Romana Romero Britto Russa SADC Saltos Ornamentais Semânticas Seriados Sintaxe Sismo Sistema Operacional Sistemática Skate Squash Subjuntivo Suméria Surfe Tabelas Cruzadas e DrillDown Taekwondo Teatro Terremoto Texto instrucional (injuntivo) The Vampire Diaries Tigres Asiáticos Tipos de Frase Triathlon Turca Turfe Tênis Unasul União Europeia União Européia Urbanização da China Urânio Uso do Hífen (Novo Acordo Ortográfico) Verbo Auxiliar Verbos Abundantes Verbos Anômalos Verbos Defectivos Verbos Regulares e Irregulares Verbos Transitivos Verbos de Ligação Verdades e mentiras sobre o conflito das Coreias Vida de professo Viking Voleibol Voleibol de Praia Volumes Water Bike Xadrez Xenofobia Xilogravura Zuando na escola 2013 dúvida léxico regionalismo saúde no Brasil tempo verbal toma dicionário na cara variante linguística Árabe - Civilizações Áreas Ângulos Ênclise