DOM CASMURRO


         

          Introdução

A finalidade desta análise literária da obra  Dom Casmurro, e levar o leitor à reflexão quanto ao delírio de ciúmes que por vezes levou Bentinho a uma personalidade neurótica.
            Partimos de um estudo psicanalítico de Freud que ressalta o aspecto afetivo afirmando que o relacionamento entre pais e filhos durante a infância, e especialmente entre pai e filho resulta muitas vezes no destino do indivíduo no futuro.
            Dom Casmurro no desejo de convencer a nós leitores e a si mesmo da culpa da mulher defende sua reputação de “um homem  acima de qualquer suspeita” e em posse da palavra tenta seduzir quem ler sua história, para ganhar-lhes a confiança.

Vida e Obra

Joaquim Maria Machado de Assis Nasceu no morro do livramento , filho de um pintor mulato e de uma lavadeira açoriana. Órfão de ambos muito cedo , foi criado pela madrasta Maria Inês foi como autodidata que construiu sua vasta cultura literária , que incluía autores menos lidos no seu tempo , como Swift, Sterne e Leopardi. Aos 16 anos , entrou na imprensa nacional como tipógrafo aprendiz ; aos 18 , na editora de Paula Brito , para cuja revistinha, A marmota, compôs seus primeiros versos , na década de 1860 , escreve quase todas as suas comédias e os versos ainda românticos das Crisálidas. Aos 30 anos casa-se  com Cardina Xavier de Morais , sua companheira até a morte.
            Machado de Assis excede qualquer tentativa de encaixar suas obras em modelo convencional. Elas têm equilíbrio , concisão , contenção lírica etc. dentro dos elementos clássicos. Há nela uma aproximação realista quando coloca atitude crítica , temas contemporâneos e objetividade , utiliza-se da recriação do passado por meio da memória. Cria personagens de seres em conflito.
            Machado escreveu textos de romance , conto e teatro.  


Contexto Histórico : Realismo

No Brasil , as últimas décadas do século XIX refletem a crise da monarquia , ocorrendo o avanço dos ideais abolicionistas e republicanos , à quebra  da unidade política do império e a urbanização. Nesse cenário surge o realismo brasileiro.
A segunda metade deste século está marcada por uma revolução nas idéias e na própria vida. Ocorrendo primeiro no espírito e no pensamento e depois integrando-se a vida, essa revelação despertou interesse pelas coisas materiais; A revisão dos valores românticos  e burgueses.
As conquistas sociais , o progresso científico , e , em conseqüência , o movimento histórico , desenvolveram a base para a arte literária. O artista , com isso , trará a própria vida para sua obra , a qual caracterizava o realismo e seu prolongamento: o Naturalismo e o Parnasianismo.
O realismo procura apresentar a verdade por meio do retrato fiel de personagens , que são antes indivíduos concretos , conhecidos , do que tipo genéricos; O marco inicial dele no Brasil assinala-se no ano de 1881 com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas , de Machado de Assis e de O Mulato , de Aluísio de Azevedo. 



Síntese da obra: Dom Casmurro

Dom Casmurro narrou o romance entre dois jovens , Bentinho e Capitu , que foram  criados juntos. Ele , um rapaz que se perturba facilmente , ela tem completo domínio de si mesma , casam-se logo após Bentinho voltar do seminário , pois desistira de ser padre. Tem um filho que passa com o desenrolar dos anos a ser a razão maior do ciúme de Bentinho,
Por ocasião da morte de Escobar , melhor amigo de Dom Casmurro , ele tem a certeza da traição da mulher , por motivo das sua atitude diante do caixão. Manda-a juntamente com o filho para Europa ; Capitu morre um ano depois e Bentinho passa a viver solitário e não pode esquecer sua amada.   

Conclusão Psicanalítica – Segundo Freud

Partamos do princípio de que todos nós temos uma família e mais precisamente pai e mãe, e que como Bentinho , desde a infância sofremos de forma profunda ou não as conseqüências negativas ou positivas do relacionamento que tivemos com eles. Sendo assim compactuamos quando “Freud chamou a atenção para o fato do relacionamento afetivo das crianças com os pais e , sobretudo , com o pai , se da maior importância para o conteúdo de uma neurose futura.
O relacionamento com os pais é , de fato , o canal infantil por excelência por onde flui de volta a libido ao encontrar obstáculos na vida posterior e por meio do qual revive conteúdos psíquicos da infância , já de há muito esquecidos. Sempre é assim na vida humana: quando voltamos para trás diante de um obstáculo grande demais , de uma decepção muito ameaçadora ou de um risco de uma decisão muito importante , então a energia acumulada para resolver a tarefa flui de volta e torna a encher os antigos leitos , os sistemas obsoletos do passado. Quando , por ex. , a sorte no amor vai mal , ele volta para trás e procura uma amizade sentimental ou uma falsa religiosidade. Se o decepcionado for um neurótico, ele volta mais ainda para trás e se apega a relacionamentos infantis que ele nunca abandonou de todo e aos quais também o normal está preso por mais de uma corrente: o relacionamento com o pai e a mãe”.

( Freud e a psicanálise – p. 295 )


A citação a seguir vem ao encontro desse pensamento freudiano , no que se refere aos sentimentos de Bentinho , quando criança , em relação aos pais:
“... Tenho ali na parede o retrato dela , ao lado do marido , tais quais na outra casa. A pintura escureceu muito , mais ainda da idéia de ambos . Não me lembra nada dele , a não ser vagamente que era alto e usava cabeleira grande ; o retrato mostra uns olhos redondos , que me acompanham para todos os lados , efeito da pintura que me assombrava em pequeno. O pescoço sai de uma gravata preta de muitas voltas , a cara é toda rapada , salvo um trechozinho pegado às orelhas. O de minha mãe mostra que era linda. Contava então vinte anos , e tinha uma flor entre os dedos. No painel parece oferecer a flor ao marido...
Se padeceram moléstias , não sei , como não sei se tiveram desgostos: era criança e comecei por não ser nascido”.    

( Dom Casmurro – cap. VII – p. 21 )           


Fortuna Crítica

José Guilherme Merquior

Em sua crítica José Guilherme Merquior diz que o estilo narrativo de Dom Casmurro não Discrepa dos dois romances precedentes que é sempre a técnica dos capítulos curtos , e , dentro deles , a inflexão humorística das apóstrofes ao leitor. Fala ainda que como nas “Memórias Póstumas” e , depois em “Esaú e Jacó” , os próprios títulos dos mini capítulos possuem freqüentemente um sentido irônico.
O humor feito das expressões sentenciosas , citações literárias , alusões mitológicas e linguagem figurada está agora no ponto: do ângulo da homogeneidade de tom , Dom Casmurro é a obra-prima da arte de Machado , ressalta José Guilherme.
Ele nos diz que basta pensar na imagem recorrente dos “olhos de ressaca”, na vinculação simbólica entre Capitu e o mar , para convencer-se de que o recurso ao tropo     ( emprego da palavra em sentido figurado ) é inerente à poética machadiana.
José Guilherme Comenta que “Machado não apresenta os personagens – denuncia-os , como bem viu Barreto Filho. Em Dom Casmurro ( ... ) a sua arte da sugestão chega ao máximo”.
A corrupção do amor de Bentinho e Capitu é uma fatalidade de valor simbólico – fala José Guilherme – e talvez por isso o próprio Bentinho chega a ter fantasias de trair Escobar com a mulher Sancha.
Conclui o crítico e ensaísta José Guilherme Merquior que Dom Casmurro é uma contribuição brasileiríssima ao motivo básico da arte impressionista : a percepção elegíaca do tempo , metáfora da nostalgia de uma civilização.

Barreto Filho

Diz Barreto Filho que a personalidade de Machado de Assis nos fascina , pois vai em busca do trágico e em razão disso sua visão não se detém nas aparências das coisas. Fala ainda que seu grande recurso sempre foi o trabalho artístico , porque esse lhe fazia transcender e que o espírito trágico exige a perfeição da obra.
Conclui dizendo que para machado de Assis o ideal da arte é encontrado no ajustamento da experiência interna com o da expressão ( sentimento + razão ) e que esse foi também o ideal de Machado.

“Se a Capitu da praia da glória já estava dentro da de mata-cavalos” , se o engano e a amargura já medravam , secretos , no paraíso dos amores pueris , é antes de tudo porque a vida é traição ; e Capitu é a imagem da vida”

Antônio Cândido

Nosso modo de ser é ainda muito romântico e nos leva a atribuir aos grandes escritores uma quota de sofrimento muito maior do que na verdade eles têm – afirma Antônio Cândido.
Diz que críticos que estudaram Machado nunca deixaram de inventariar sobre as causas do seu tormento social e pessoal ; realçaram nestes estudos a cor escura , a origem humilde , seus problemas de saúde ...
Analisando , no entanto , o aspecto da vida intelectual – ressalta Cândido – percebemos que machado de Assis sempre foi apoiado e aos 50 anos já era considerado o maior escritor do país. A partir daí surgiram muitas outras interpretações a respeito do escritor.
Finaliza Cândido dizendo que de tudo que foi dito , resulta algo positivo para crítica: a noção de que não era preciso ler com os olhos convencionais , mas com o senso do desproporcionado e mesmo do anormal.

Entre vários críticos que dimensionam com clareza a posição do romance ( Dom Casmurro ) na ficção machadiana como Brito Broca , Alfredo Bosi , Abel Barros Baptista , Lúcia Miguel Pereira , Augusto Meyer , Mário Matos e outros , destacamos nesse trabalho José Guilherme Merquior , Barreto Filho e Antônio Cândido.  







           Análise do Enredo

Bentinho foi destinado à vida eclesiástica , nasceu sob a estigma da ansiedade agravada pela insegurança da mãe e dos que faziam parte de seu meio.
A importância da imaginação na sua personalidade influenciou-o por toda vida. Na puberdade chega quase na obsessão sexual. Quando o ciúme começa a abrir em sua alma as primeiras feridas , sua reação é quase histérica.
O Bentinho evocado por Dom Casmurro tem dois sinais: sexualidade tardia e predomínio da fantasia sobre a realidade. A presença dessa neurose foi o terreno onde medraram as flores doentias do ciúme.


O Ciúme

Bentinho , fisgado de “puro ciúme” sequer procurava esclarecer as dúvidas quanto as atitudes de Capitu. A imaginação continuava a correr e com ela corre o ciumento.
No capítulo LXXII , retoma-se a tragédia de Shakespeare , Otelo , para a preposição de uma reforma dramática , entretanto , na reconstrução do seu drama memorialista preferia o caminho tradicional.
Dom Casmurro não ousa deixar as coisas “em pratos limpos” , quase a ansiedade chega por vezes ao 1paroxismo de uma crise de nervos, com impulsos agressivos contra Capitu.
No capítulo CXIII , o narrador começa a direcionar suas suspeitas à Capitu , que não quis acompanhar o marido ao teatro em razão de uma indisposição. Bentinho vai só , mas volta para casa no final do primeiro ato e encontra Escobar no corredor de sua casa. O episódio e tratado com fria ironia , levando o leitor as mais variadas interpretações sugeridas pela coincidência entre o mal-estar de Capitu e a visita não anunciada do amigo.
“Dúvida sobre dúvida” (cap. CXV) é o saldo da visita de Escobar . Na conversa que se segue o assunto são as dúvidas e recomenda D. Casmurro que era ele um poço delas , coaxavam dentro dele como verdadeiras rãs.
A necessidade do delírio , associada a perturbação do sono , configura a fase que os psiquiatras chamam de epofenia.
José Dias chama Ezequiel de “filho do homem” e isso irrita Capitu. Essa tenta corrigir o modo de andar do filho que imita José Dias e o modo de olhar que imita Escobar. Bentinho acredita que as imitações de Ezequiel é uma prova de paternidade e não decorrente da convivência.
Os dois casais , Bentinho e Capitu , Escobar e Sancha , planejam uma viagem para Europa, porém tal viagem não ocorre pois Escobar morre tragicamente.
Nesse momento da obra , o ciúme se instaura para sempre no coração de Bentinho. O fato determinante surgiu nos momentos que procederam o enterro, quando a viúva é amparada por Capitu , que parecia vencer a si mesma.
O olhar fixo de Capitu para o defunto , leva Bentinho a uma interpretação exorbitante. Suas dúvidas tornam-se agora firmes e certas , já alimentando a sede de vingança.
A partir da morte de Escobar , Bentinho anda aborrecido , mergulha de vez na melancolia. E começa a fazer projetos de suicídio. A paranóia do ciúme se incorpora de tal forma que ele passa a tratar sua mulher com aspereza e toma o filho para transforma-lo em documento de traição.
Ezequiel é afastado para um colégio da Lapa , no entanto , esse afastamento não diminui , de Bentinho a idéia do suicídio. Certo dia , quando esperava o café D. Casmurro pensou em matar-se ; chega a derramar o veneno na xícara , tremendo , com “os olhos vagos à memória em 2Desdêmona inocente”. A presença de Ezequiel corta-lhe o impulso suicida e surge com violência o desejo de liquidar o filho. Dom Casmurro , por um momento acreditou-se vítima de uma grande ilusão , a volta de Ezequiel lança-o novamente ao mundo de seus fantasmas.
Santiago isola Capitu e o filho na Suíça. Capitu morre. O primeiro e único amor estava morto e enterrado , mas o ciúme não: ressurgia na figura do filho que de volta de uma das viagens o visitara inesperadamente.           


Conclusão

Bentinho fora criado sozinho entre adultos , tornou-se introvertido , vivia num mundo de sonhos.
Não bastasse o complexo de Édipo , natural em todo filho ( 2º Freud ) , a mãe esperava que ele realizasse os sonhos dela. A figura materna esteve fortemente presente durante toda a sua infância , enquanto a presença paterna estava muito distante. Uma criança adaptada , educada para obedecer a mãe e a igreja e que jamais expressou seus sentimentos e vontades mais autênticos. O medo do pecado sempre o levou a responder às aspirações alheias.
Toda infância de Bentinho vai refletir na sua vida adulta quando no seu conflito interior ( ciúme ) passa a ver Capitu com os olhos da mãe , que no passado sempre “falava mal” da sua conduta feminina.
Partimos dessa visão , levamos em consideração a análise de Freud e concluímos que o ciúme , a paranóia , a insegurança e o medo de Bentinho , pode ser também resultado do relacionamento afetivo com seus pais , especialmente com o pai , durante a infância e esses aspectos emocionais nos permeiam , o ser humano , salvo algumas exceções.    





Bibliografia

ASIS , Machado de. Dom Casmurro. 35 ed. São Paulo – Ática , 1998.

BAPTISTA , Abel Barros. Instituto de universalidade. In: Folha de São Paulo , 28/09/1999. Caderno Mais; p. 5-6.

BOSI , Alfredo; GARBUGLIO , José Carlos; CURVELO , Mário FACIOLI , Valentim Aparecido. Machado de Assis. São Paulo: Ática , 1982.

BOSI , Alfredo. Machado Universal. In: Folha de São Paulo , 28/09/1999. Caderno Mais; p. 5-5.

CANDIDO , Antônio. Vários Escritos. 3 ed. Revisada e ampliada. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

COUTINHO , Afrânio; FARIA , Eduardo de. Direção e co-direção. A literatura no Brasil. Era Realista / Era de transição. 4 ed. Revisada e atualizada. São Paulo Global , 1997.

JUNG , C.G. Freud e a psicanálise. 2ª ed. Rio de Janeiro: Vozes , 1990.

LOPES , José Leme. A psiquiatria de Machado de Assis. 2ª ed. Rio de Janeiro: Agir , 1981.

MOISÈS , Massaud. A literatura brasileira através dos textos. 11 ed. São Paulo: Cultrix, 1984.

SARAIVA , Juracy Assmanm. O circuito das Memórias de Machado de Assis. Ed. Univ. São Paulo: São Leopoldo , RS: Ed. Unisios , 1993 (Campi 14)

   






FONTE: 
EDMS – Trabalhos Escolares, Educação & Diversão (ANO 2000 - 2003)


www.trampoescolar.com - Trabalhos Escolares, Educação e Diversão! ENEM, VESTIBULAR, TRABALHOS ESCOLARES DE TODAS AS MATÉRIAS COMO: BIOLOGIA, ED. FÍSICA, FÍSICA, GEOGRAFIA, HISTÓRIA, INFORMÁTICA, LITERATURA, MATEMÁTICA, PORTUGUÊS, QUÍMICA E MUITO MAIS!!!
tudo grátis -> trabalhos escolares prontos, trabalhos feitos, trabalhos acadêmicos, trabalhos universitários, monografias, teses, tcc, trabalho de conclusão de curso, informativos, livros, revistas, artigos, artigos científicos, artigos imparcialistas, documentos de investigações, monografias, resenhas, paper, ensaios, bibliografias, textos, traduções, regras ABNT, Vancouver, digitações, dissertações, projetos, pesquisas, conteúdos para o ensino médio, fundamental, vestibulares e cursos, coletâneas, frases, conclusões, mensagens, citações, temas, textos jornalísticos, gêneros literários, arquivos, relatórios, apostilas, publicações, revisões, anteprojetos, resenhas, orientações, poesias, receitas, doutrinas, plano de negócios. Educação, educacional, escola, escolar, escolres, estudos, estudante, estudando, professor, professora, professores, ensino, ensinar, ensinando, instrução, instruir, instruído, instruindo, educar, educando, eduque. Tudo gratuito, gratuitamente, grátis. geografia, geofísica egeologia. Trabalhos Escolares, normas abnt, trabalhos prontos, monografia, trabalhosescolares, Encontre aqui trabalhos escolares prontos gratis, faca sua pesquisa escolar em milhares de trabalhos prontos e artigos revisados.
Monografia, monografias, trabalhos prontos revisados, tcc tema. Milhares de trabalhos prontos, monografias, teses, tcc .... trabalhos de universidades, resenha, Paper, Ensaio, Bibliografia, Trabalhos Escolares.
Trabalhos Escolares - Cola da Web coladaweb trabalhos-escolares O Cola da Web facilita sua vida escolar e acadêmica ajudando você em suas pesquisas, trabalhos escolares e de faculdade.... O Cola da Web NÃO faz a venda
Cola da Web - Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares Prontos, Encontre aqui trabalhos escolares e acadêmicos prontos grátis, faça sua pesquisa escolar em milhares de artigos, lista de resumos, downloads de livros e Imagens de trabalhos escolares
Brasil Escola - Educação, vestibular, guerras, pedagogias, Trabalho escolar, trabalhos escolar, trabalho pronto escolar, trabalho escolar pronto, biblioteca virtual, educação, escola, apostilas, trabalhos escolares,
Trabalho Escolar - Pesquisas Escolares - Grupo Escolar O Grupo Escolar é um canal de estudos repleto de pesquisas escolares sobre diversos temas. Faça seu trabalho escolar aqui e estude muito!
Trabalhos Escolares - como fazer, orientações, partes de um, trabalho.htm trabalho escolar, como fazer, pequisa, partes, etapas, dicas.
Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares, pesquisa-escolar de beleza indescritível poderia ter inspirado os elogios de Caminha à nova terra. Internet · Universidades. Páginas de Pesquisas. Trabalhos Escolares▻
Monografias Prontas & Trabalhos Prontos Escolares Trabalhos escolares, Trabalhos Prontos e Monografias Prontas para entrega. Elaboramos trabalhos escolares, monografias prontas, trabalhos prontos e Trabalhos de Qualidade Prontos, Assistência a Qualquer Trabalho, TrabalhosFeitos - Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos; Trabalhos, TrabalhosFeitos é uma crescente comunidade de trabalhos escolares e Anúncio relacionado a trabalhos escolares
TCCs Prontos Exclusivos trabalhosprontos Pesquisas relacionadas a trabalhos feitos trabalhos prontos trabalhos feitos anhanguera trabalhos feitos em casa trabalhos feitos






Palavras mais buscadas no site:

Trabalhos Escolares Trabalho Escolar Biologia Português Matéria Português Rede Social Dicas de Português História Língua Portuguesa ZOOLOGIA Facebook Memes Trolls Geografia Memes Zuando muito no face Trollando Memes para facebook Escrevendo em redes sociais Dúvidas de Português Educação Física Concursos Públicos Gramática Esportes Concursos Dicas de Concursos Públicos Biografia Química O que é a língua portuguesa Física Questões para Concursos Geologia Informática Questões Enfermagem Geofísica Enem Cartaz Cartazes Manifestações TI Tecnologia Blocos Econômicos e Organizações Internacionais Arte Artes GENÉTICA Sociologia PROUNI SISU Concordância Biografias Dicas Diversos ECOLOGIA Faculdade Universidade Vestibular Matemática Simulado Atualidades Civilizações Protesto CAFTA Seu Trabalho Ortografia QUESTÕES DE Português com Gabarito Literatura Crase Computadores analógicos Curiosidades Esqui Aquático Gramática. História da computação História do hardware Redação Índio EVOLUÇÃO QUESTÕES de Matemática com Gabarito Indígena Resumo Uso da Crase - quando há (ou não) crase Geometria Analítica Livro Plural RACIOCÍNIO LÓGICO Artigos 196 a 200 da Constituição Federal Grafia Hífen Lei n° 8.142 Lei nº 8.080 Organização e Funcionamento do SUS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Com Gabarito Sistema Único de Saúde Autores Geometria Homônimos Parônimos Tecnologia da Informação Uso da vírgula Construções Geométricas Educação Resumos Vírgula Anita Garibaldi Equação da reta Questão de Concurso Reciclagem Sinônimos Verbos Vocativo Aleijadinho Aluísio Azevedo Aposto Avaliação Carta Comunidade Andina Dicionário Emprego Energia Estudar Fast Estudo Analítico do Ponto Estudo da Reta Exercícios Fernando Pessoa Formas variadas de linguagem Futebol Gauchês Ginástica História da Idade Média Idade Média Identidade Imagens para Facebook Inclinação da reta Lei Lei federal Nitrogênio Ortográfico Pedagogia Polo aquático Precisão e adequação vocabular Pronomes Psicologia Publicidade Reforma ortográfica Saúde Significados Tênis de Mesa Uso de por que Verbo Vocabulário por quê porque e porquê Ângulo de inclinação da reta 99 : Salário baixo e injustiça A Estrutura Curricular da Disciplina De Educação Física A Grande Influência da Lua em Nossas Vidas. A guerra civil gaúcha A participação do México no Nafta ACENTUAÇÃO ACENTUAÇÃO GRÁFICA ANARQUIA ASEAN Abandono Acentos Adolf Hitler Advérbios Afonso Pena AlCA x ALBA Alca Alfabeto Alfred Wegener Anatomia comparada Apec Apostila Apostila Concurso Professor Apostila PEB ll Arte Barroca Arte Rupestre Artesanato Arthur Aguiar Artigos Assíria Asteca Astrolábio Atletismo Até onde a Lua influencia a nossa vida? Automação Babilônia Badminton Balonismo Barack Obama Barão de Mauá Barão do Rio Branco Basquetebol Beisebol Benito Mussolini Benjamin Constant Bilhete Biodiversidade Biogeografia Biologia molecular Boxe Brasil - Eleições 2006 CEI – Comunidade dos Estados Independentes CLIMA Cabo de Guerra Caminhada Cana-de-açúcar Capoeira Caratê Caricom Carlos Chagas Carlos Drummond de Andrade Carta Argumentativa Carta comercial Carta de Reclamação Carta de informação Carta de solicitação Carta do leitor Cartaginês Cartão-postal Carvão mineral Casal Castro Alves Celta Charles Chaplin Chico Buarque de Holanda Chinesa - Civilizações Ciclismo Circunferência Clarice Lispector Classificação dos blocos econômicos Claude Debussy Comemoração em outros Países Comparativo entre C e java Comunidade Britânica Comunidade Sul-Americana de Nações Conceito Conceitos Concretismo Consciência Convite Copa 2014 Coreia do Norte e a Coreia do Sul Corrida Crise na Tunísia Cruzadas Crítica DEFENSIVOS AGRÍCOLAS DENSIDADE DESENHO DESMATAMENTO DESTAQUES NO MUNDO DOMESTICAÇÃO Dança Data Comemorativa Data Mining Data Warehouse Decreto nº 7.508 Descrição Desflorestamento Desrespeito com o professor Dia das Mães Dia do Descobrimento do Brasil - 22 de Abril Dicionário Web Direito Administrativo Dom Pedro I Duque de Caxias E-mail ESPÉCIES EM EXTINÇÃO EXPRESSIONISMO Educação no Brasil Educação nota 10 Egípcia Eleição de Dilma Rousseff Energia Solar Enunciação e contexto Escalada Escultura Esgrima Esporte Estrangeirismo Estrangeirismos Estudar é para os fortes Estudo da Circunferência Euclides Evolução da Tecnologia da Informação Exemplos de Textos do Cotidiano Expedições medievais realizadas em nome de Deus FIES FOTOSSÍNTESE Falsos Sinônimos Falta de Vagas Fauna Fenícia Feriados Feudalismo Figuras de estilo Filogenia Filogeografia Filosofia Fisiologia Flora Fly Fishing Formação de blocos econômicos Força de Floriano Fracasso da Alca Francesa Frases em imagens Frescobol Futebol americano Futurismo Fórmula 1 G 20 Financeiro GEO1M1 GEO2M2 Geometria Euclidiana Germânica Geógrafo Geólogo Ginástica Artística Ginástica de trampolim Globalização Glossário Web Golfe Golfo Pérsico Gonçalves Dias Governo x Educação Graciliano Ramos Grafite Grega Grego Grigori Perelman Guerra Guerra Civil Americana Guerra de Secessão Guia Prático Gêneros textuais argumentativos Gêneros textuais do cotidiano Gêneros textuais do universo jornalístico HISTiatÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA ARTE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃ Heitor Villa-Lobos Hidroginástica História do Futebol História em quadrinhos Homero Homo sapiens Homônimas e Parônimas Hóquei IMPRESSIONISMO Idade Antiga Idade Contemporânea Idade Moderna Importância da mulher na sociedade Inca Indiana Indigena Individualismo Industrialização da China Industrialização e Urbanização Indígena no Brasil Indígenas Inglesa Inglês Ingresso Tardio Inscrições Integração da Venezuela ao Mercosul James Watt Japonesa Jet Ski Jiu Jitsu Jogo de Queimada Jogos Olímpicos Pequim 2008 John Fitzgerald Kennedy José de Alencar Judô Karl Marx Kung-Fu Lima Barreto Linguagem e comunicação Localização do Golfo Pérsico Luiz Gonzaga MEIO AMBIENTE MIGRAÇÕES ANIMAIS MMA Mixed Martial Arts Madeira Mahatma Gandhi Maia Mamíferos Manguezal Medicina Memórias de Computadores Mercosul Mercosul: Países Integrantes Mercúrio (planeta) Mergulho Mesóclise Minas Gerais Missão Científica Espacial Brasileira Mix Útil Modelos de Processadores Modismos Monarquia Monteiro Lobato Moralismo Morfologia Mundo Summary Musculação Médicos Nado Sincronizado Natação Neologismo Neologismos O milênio da mulher O que é Educação Física? OEA OLAP OMC ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SUS - LEI 8080/90 E 8142/90 ORIGAMI Op-art Opep Opinião Os livros são um oceano infinito de conhecimento PEB ll POLUIÇÃO Paleontologia Parkour Pedro Bandeira Pedro Álvares Cabral Pensamentos Persa Perímetros Pesquisa Pessoa Piaget Pintura Placa tectônica Planejamento e Gerência de Projeto de Software Planície Pleonasmo Pontuação Pop Art Portugal Povos indígenas Presidentes da República do Brasil Primavera Árabe Princesa Isabel Professor Professor trollando aluno que não estuda Pronomes átonos Prosa Naturalista Prova Pré-História Próclise QUALIDADE DE VIDA QUESTÕES DE Português Acentuação Com Gabarito QUESTÕES DE Português Crase com Gabarito Questão do Mensalão Questões de Português Ortografia com Gabarito R$9 RENASCIMENTO RESPONSABILIDADE SOCIAL ROCOCÓ Racismo Ranking Mundial de Educação Rapa-Nui Rebelião Popular Rede municipal de saúde Redundância Relacionamento Remo Repetência Reservas indígenas no Brasil Respeite o Professor Respostas Resumo de Livro Revolta da Armada Revolta da Vacina Revolta na Líbia Revolta no Egito Revolução Federalista Revolução Francesa Robô Romana Romero Britto Russa SADC Saltos Ornamentais Semânticas Seriados Sintaxe Sismo Sistema Operacional Sistemática Skate Squash Subjuntivo Suméria Surfe Tabelas Cruzadas e DrillDown Taekwondo Teatro Terremoto Texto instrucional (injuntivo) The Vampire Diaries Tigres Asiáticos Tipos de Frase Triathlon Turca Turfe Tênis Unasul União Europeia União Européia Urbanização da China Urânio Uso do Hífen (Novo Acordo Ortográfico) Verbo Auxiliar Verbos Abundantes Verbos Anômalos Verbos Defectivos Verbos Regulares e Irregulares Verbos Transitivos Verbos de Ligação Verdades e mentiras sobre o conflito das Coreias Vida de professo Viking Voleibol Voleibol de Praia Volumes Water Bike Xadrez Xenofobia Xilogravura Zuando na escola 2013 dúvida léxico regionalismo saúde no Brasil tempo verbal toma dicionário na cara variante linguística Árabe - Civilizações Áreas Ângulos Ênclise