Bioética e Reprodução Humana




O objetivo da reprodução é a geração de novos indivíduos. Uma questão de extrema atualidade é a caracterização do momento em que o novo ser humano passa a ser reconhecido como tal. Atualmente podem ser utilizados dezenove diferentes critérios para o estabelecimento do início da vida de um ser humano.
As tentativas de realizar procedimentos de reprodução medicamente assistida foram iniciadas no final do século XVIII. Em 1978 estes procedimentos ganharam notoriedade com o nascimento de Louise Brown, na Inglaterra, que foi o primeiro bebê gerado in vitro. O Governo Inglês, em 1981, instalou o Committee of Inquiry into Human Fertilization and Embriology, que estudou o assunto por três anos. As suas conclusões foram publicadas, em 1984, no Warnock Report. Neste mesmo ano, nascia na Austrália um outro bebê, denominado de Baby Zoe, que foi o primeiro ser humano a se desenvolver a partir de um embrião criopreservado.
Em 1987 a Igreja Católica publicou um documento - Instrução sobre o respeito à vida humana nascente e a dignidade da procriação - estabelecendo a sua posição sobre estes assuntos.

A partir de 1990, inúmeras sociedades médicas e países estabeleceram diretrizes éticas e legislação, respectivamente, para as tecnologias reprodutivas. A Inglaterra, por exemplo, estabeleceu os limites legais para a reprodução assistida em 1991, com base nas proposições do Warnock Report.

No Brasil, Conselho Federal de Medicina, através da Resolução CFM 1358/92, instituiu as Normas Éticas para a Utilização das Técnicas de Reprodução Assistida, em 1992.

Os aspectos éticos mais importantes que envolvem questões de reprodução humana são os relativos à utilização do consentimento informado; a seleção de sexo; a doação de espermatozóides, óvulos, pré-embriões e embriões; a seleção de embriões com base na evidencia de doenças ou problemas associados; a maternidade substitutiva; a redução embrionária; a clonagem; pesquisa e criopreservação (congelamento) de embriões.

Um importante assunto, de crescente discussão ética, moral e legal é o aborto. Independentemente da questão legal, existe nesta situação um conflito entre a autonomia, a beneficência, a não-maleficência e a justiça da mãe, do feto e do médico. Os julgamentos morais sobre a justificativa do aborto dependem mais das convicções sobre a natureza e desenvolvimento do ser humano do que das regras e princípios.

Outra área bastante complexa é a que envolve casais homosexuais e reprodução. Casais homosexuais femininos podem solicitar que um serviço de reprodução assistida possibilite a geração de uma criança, em uma das parceiras utilizando sêmen de doador. O médico deve realizar este procedimento equiparando esta solicitação a de um casal heterosexual ? Ou deve ser dada uma abordagem totalmente diversa ? A própria questão de adoção de crianças por casais homosexuais tem sido admitida em vários países. A reprodução medicamente assistida pode ser equiparada à legalmente assistida (adoção) ?

Aspectos Éticos da Tecnologia Médica




Prof. Carlos F. Francisconi

Os avanços da tecnologia têm propiciado o desenvolvimento de equipamentos progressivamente mais desenvolvidos que tem trazido, na sua maioria, inequívocos benefícios para os pacientes. Por outro lado freqüentemente o avanço tecnológico traz consigo problemas éticos . Isto é facilmente detectado em vários campos da medicina e cito as técnicas de fertilização in-vitro, as alternativas de manipulação genética e os avanços na área dos transplantes como exemplos de áreas que estão provocando grandes discussões éticas nos dias atuais. O avanço da tecnologia não traz somente problemas éticos em nível individual. Como na maioria das vezes estamos tratando de procedimentos complexos, é inevitável que eles se tornem caros. Neste sentido estes avanços nos remetem para uma discussão também relevante do ponto de vista coletivo: princípio da justiça e sua aplicação na alocação de recursos escassos na área da saúde.

Devemos diferenciar a prática médica da pesquisa médica. A primeira representa as intervenções planejadas visando somente o bem estar do paciente ou cliente individual e que apresenta uma razoável expectativa de sucesso. São estas as nossas ações do dia-a-dia: tomamos decisões com relação à melhor estratégia de ação médica baseadas na nossa experiência, que por sua vez está sedimentada no conhecimento adquirido através da leitura de material científico ou do que captamos na nossa educação continuada ao freqüentarmos congressos, seminários cursos e conferências com especialistas de maior saber e experiência. Na maioria das vezes utilizamos práticas médicas validadas, ou seja, práticas que são baseadas em procedimentos empíricos prévios . Quando estes procedimentos não são realizados, estaremos nos referindo a práticas não validadas, que deverão ser evitadas ao máximo, se não rejeitadas ab início a não ser quando somos forçado a improvisar uma solução inovadora para um caso incomum que na maioria das vezes representa apenas a variação de um método já estabelecido. Por outro lado, pesquisa médica pode ser definida como qualquer atividade planejada, visando testar uma hipótese que permita que conclusões sejam tiradas e desta maneira contribuir para um conhecimento mais generalizado. Para que uma pesquisa médica seja caracterizada como tal, ela deverá seguir um determinado ritual que inclui a preparação de um projeto de pesquisa, que deverá ser aprovado por um Comitê de Ética em Pesquisa e deverá seguir as normas brasileiras e internacionais de pesquisas em seres humanos. Portanto nos é vedado que empreguemos em nossos pacientes novas tecnologias que não foram prévia e formalmente pesquisadas e que, por conseguinte, não podem ser rotuladas de práticas médicas validadas.

Seguidamente novas técnicas são testadas em outros centros e nos são oferecidas para serem incorporadas na nossa atividade profissional. Neste momento deveremos questionar se:

a) é seguro o novo procedimento?
b) ele é eficaz?
c) ele representa uma melhora real em relação ao “tradicional”?
d) qual sua utilidade ( relação custo/benefício)?
e) qual a repercussão social do novo procedimento?

Segurança
O quesito segurança deve ser revisado examinando-se os projetos originais de pesquisa publicados em periódicos cientificamente sérios. Qual o número de pacientes examinados, como foram eles selecionados, foram aqueles resultados já reproduzidos por outro grupo de pesquisadores, por quanto tempo foram os pacientes acompanhados para se saber dos efeitos a longo prazo da nova técnica ( se aplicável) ? São estas algumas das perguntas que deveremos fazer antes de introduzir e aceitar um novo procedimento como rotina.

Na situação de tomarmos a iniciativa de testarmos um nova técnica como deveremos proceder? Em primeiro lugar preparar um projeto de pesquisa de boa qualidade. Caso não exista experiência prévia com o método proposto cabe primeiramente um projeto que teste o efeito da nova intervenção em animais; somente após definidos os padrões de segurança de utilização do novo procedimento poderá um projeto de pesquisa que teste sua eficácia em humanos ser encaminhado para avaliação de um comitê de ética em pesquisa.

Eficiência e melhora em relação ao “tradicional”
A eficiência do novo método deverá ser avaliada pelos estudos clínicos em que esta hipótese tenha sido testada. Freqüentemente em primeiro lugar são publicados relatos de caso que evidentemente não podem ser aceitos como evidência de que a nova técnica é eficiente. Devemos avaliar os estudos controlados que podem ser abertos ou fechados randomizados. Os primeiros se justificam em fases iniciais, quando queremos avaliar segurança e já ter uma idéia da eficiência do método. Para se saber da sua real eficiência é essencial estudos controlados bem feitos quando a nova técnica será comparada com a já disponível. Para que um novo procedimento seja incorporado não basta que diferenças “estatisticamente significantes” sejam os padrões de referência para a sua incorporação na nossa rotina médica. O seu custo direto e indireto representa um valor aceitável em relação ao tradicional? Algumas vezes uma tecnologia de custo inicial alto torna-se “barata”, quando analisamos os custos envolvidos com aquela doença sem se utilizar a tecnologia inovadora. Como exemplo desta situação pode-se citar os transplantes renal e hepático. Existem evidências em outros países que tanto o tratamento dialítico a longo prazo como o atendimento do hepatopata grave com múltiplas internações pelas complicações clínicas que lhe são próprias, são mais caras para o sistema de saúde que o transplante. Estudos que avaliassem os impactos médico e econômico de novas tecnologias deveriam ser prioritários nas nossas pós-graduações para que tenhamos dados brasileiros consistentes com relação às suas incorporações na nossa prática médica.

Os dias de hoje também trazem um outro tipo de problema gerador de custos altos no exercício da profissão: a chamada medicina defensiva por vezes está pressionando os médicos a utilizarem procedimentos tecnologicamente complexos, que numa situação clínica normal não seriam necessariamente empregados. Vários serviços de emergência nos Estados Unidos foram fechados por não poderem arcar com os custos altíssimos de uma medicina defensiva levada, talvez, ao seu exemplo mais dramático.

Utilidade
A nossa preocupação primeira sempre deve ser o bem do paciente. Na literatura bioética esta preocupação está incorporada dentro do chamado princípio da beneficência. É claro que ao buscarmos o bem algumas vezes provocamos de maneira não intencional dano aos nossos pacientes. O termo utilidade refere-se a relação risco ou dano/ benefício inerente ao ato médico.

Os fatores relacionados ao numerador da relação podem ser dependentes do método ou do operador . Experiências em animais e estudos controlados já nos darão uma idéia dos riscos relacionados com o procedimento propriamente dito. A variável humana da relação nos preocupa sobremaneira neste momento. Observamos que técnicas complexas estão sendo realizadas por alguns profissionais, que não investiram o seu tempo num treinamento formal que os habilite a utilizar a nova técnica com competência. Por outro lado existe uma pressão muito forte por parte da indústria de equipamentos médicos para que novos instrumentos, ainda não suficientemente testados, sejam incorporados à rotina dos centros de diagnóstico e tratamento. Nos preocupa igualmente neste momento o que está ocorrendo com os métodos terapêuticos videoendoscópicos. A colecistectomia por via videolaparoscópica por vias tortuosas, uma vez que foi incorporada à prática médica sem maiores estudos controlados em centros científicos universitários sérios, tornou-se o procedimento de escolha para a retirada da vesícula biliar. Será que podemos dar o mesmo voto de confiança para as outras técnicas vídeolaparoscópicas como para correção de hérnias ou para cirurgias oncológicas, para citar dois exemplos. Nos Estados Unidos, estudos mostram que o método laparoscópico para a correção de hérnias inguinais representa um aumento de 40 a 60 % do custo em relação ao tratamento tradicional. Não se sabe, por outro lado, se um retorno mais precoce ao trabalho tornaria irrelevante este aumento de custos diretos e tão pouco se sabem os seus resultados a longo prazo: como se compara a recurrência de hérnias ou a tolerância do organismo ao corpo estranho colocado na região inguinal? De novo, não temos informações brasileiras com relação a estas variáveis.

Repercussões sociais
Ao introduzir um novo procedimento médico um outro tipo de consideração deve também ser feita. Quais as repercussões sociais do novo método? Podemos examinar esta questão à luz do princípio da justiça. Será o bem proveniente da nova técnica empregada de maneira igualitária em toda a população ou será empregada uma estratégia de mercado em que somente os mais abastados, que podem por ela pagar, terão acesso ao novo bem. É a meu ver eticamente incorreto usar a população pobre para adquirir a habilidade com uma nova técnica, distribuindo dentro deste universo um maior valor agregado de riscos e danos dentro da curva de aprendizado de uma nova tecnologia, para a partir do momento da competência adquirida passar a oferecê-la somente aos que podem por ela pagar. Também devemos ter em conta que os recursos para a gestão da saúde de qualquer nação são finitos. Isto deve sinalizar de maneira bem clara que a prática da medicina baseada em conhecimentos clínicos sólidos e na valorização correta dos achados de história e exame físico são insubstituíveis para o exercício profissional realizado de uma maneira custo-eficiente.

Acredito que a preparação de profissionais competentes, com tempo para atender seus pacientes de maneira adequada e remunerados de maneira mais digna representa o melhor investimento da nação para diminuir os custos da saúde. Neste contexto uma rede de atendimento primária eficiente, com alto grau de resolutividade, permitiria que somente chegasse aos centros médicos mais avançados casos mais complexos em que o uso da tecnologia médica, tanto a tradicional como a mais moderna, está indicada para resolve-los da maneira mais eficiente possível.

O futuro também nos reserva algumas inquietudes com relação ao impacto da informática na prática. O uso de banco de dados e a rotina de identificar o paciente à imagens radiológicas endoscópicas e patológicas de seus exames cria riscos potenciais com relação a confidencialidade e a privacidade da informação médica. Devemos nos preocupar em criar senhas que controlem o acesso a este tipo informação privilegiada e, também, ao usarmos nosso material iconográfico, como ilustração científica, não permitir que nossos pacientes sejam identificados.

Como conclusão é importante enfatizar que os novos tempos que vivemos já estão exigindo que os profissionais da área médica sejam competentes não somente nas áreas cientifica e tecnológica. A competência ética é uma necessidade atual e provavelmente tornar-se-á progressivamente mais necessária a medida que os novos conhecimentos científicos e tecnológicos evoluírem. As nossas sociedades corporativas não podem se omitir desta realidade. Elas deverão se preocupar tanto com a qualidade dos egressos das Faculdades de Medicina, bem como da valorização do título de especialista, mantendo um alto princípio de qualificação profissional dos mesmos como com o oferecimento de centros de treinamento qualificados e de educação continuada que contemple o avanço científico, tecnológico e ético da prática médica.


Início da Vida Humana



A seguir são apresentados alguns dos critérios utilizados para estabelecer o início da vida de um ser humano.
Critério Início da Vida
Celular Fecundação
Cardíaco Início dos batimentos cardíacos (3 a 4 semanas)
Encefálico Atividade do tronco cerebral (8 semanas)
Neocortical Inicio da atividade neocortical (12 semanas)
Respiratório Movimentos respiratórios (20 semanas)
Neocortical Ritmo sono-vigília (28 semanas)
"Moral" Comunicação (18 a 24 meses pós-parto)

O critério baseado na possibilidade de “comportamento moral”, é extremamente controverso, mas defendido por alguns autores na área da Bioética.







FONTE: 
EDMS – Trabalhos Escolares, Educação & Diversão (ANO 2000 - 2003)


www.trampoescolar.com - Trabalhos Escolares, Educação e Diversão! ENEM, VESTIBULAR, TRABALHOS ESCOLARES DE TODAS AS MATÉRIAS COMO: BIOLOGIA, ED. FÍSICA, FÍSICA, GEOGRAFIA, HISTÓRIA, INFORMÁTICA, LITERATURA, MATEMÁTICA, PORTUGUÊS, QUÍMICA E MUITO MAIS!!!
tudo grátis -> trabalhos escolares prontos, trabalhos feitos, trabalhos acadêmicos, trabalhos universitários, monografias, teses, tcc, trabalho de conclusão de curso, informativos, livros, revistas, artigos, artigos científicos, artigos imparcialistas, documentos de investigações, monografias, resenhas, paper, ensaios, bibliografias, textos, traduções, regras ABNT, Vancouver, digitações, dissertações, projetos, pesquisas, conteúdos para o ensino médio, fundamental, vestibulares e cursos, coletâneas, frases, conclusões, mensagens, citações, temas, textos jornalísticos, gêneros literários, arquivos, relatórios, apostilas, publicações, revisões, anteprojetos, resenhas, orientações, poesias, receitas, doutrinas, plano de negócios. Educação, educacional, escola, escolar, escolres, estudos, estudante, estudando, professor, professora, professores, ensino, ensinar, ensinando, instrução, instruir, instruído, instruindo, educar, educando, eduque. Tudo gratuito, gratuitamente, grátis. geografia, geofísica egeologia. Trabalhos Escolares, normas abnt, trabalhos prontos, monografia, trabalhosescolares, Encontre aqui trabalhos escolares prontos gratis, faca sua pesquisa escolar em milhares de trabalhos prontos e artigos revisados.
Monografia, monografias, trabalhos prontos revisados, tcc tema. Milhares de trabalhos prontos, monografias, teses, tcc .... trabalhos de universidades, resenha, Paper, Ensaio, Bibliografia, Trabalhos Escolares.
Trabalhos Escolares - Cola da Web coladaweb trabalhos-escolares O Cola da Web facilita sua vida escolar e acadêmica ajudando você em suas pesquisas, trabalhos escolares e de faculdade.... O Cola da Web NÃO faz a venda
Cola da Web - Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares Prontos, Encontre aqui trabalhos escolares e acadêmicos prontos grátis, faça sua pesquisa escolar em milhares de artigos, lista de resumos, downloads de livros e Imagens de trabalhos escolares
Brasil Escola - Educação, vestibular, guerras, pedagogias, Trabalho escolar, trabalhos escolar, trabalho pronto escolar, trabalho escolar pronto, biblioteca virtual, educação, escola, apostilas, trabalhos escolares,
Trabalho Escolar - Pesquisas Escolares - Grupo Escolar O Grupo Escolar é um canal de estudos repleto de pesquisas escolares sobre diversos temas. Faça seu trabalho escolar aqui e estude muito!
Trabalhos Escolares - como fazer, orientações, partes de um, trabalho.htm trabalho escolar, como fazer, pequisa, partes, etapas, dicas.
Pesquisa Escolar - Trabalhos Escolares, pesquisa-escolar de beleza indescritível poderia ter inspirado os elogios de Caminha à nova terra. Internet · Universidades. Páginas de Pesquisas. Trabalhos Escolares▻
Monografias Prontas & Trabalhos Prontos Escolares Trabalhos escolares, Trabalhos Prontos e Monografias Prontas para entrega. Elaboramos trabalhos escolares, monografias prontas, trabalhos prontos e Trabalhos de Qualidade Prontos, Assistência a Qualquer Trabalho, TrabalhosFeitos - Trabalhos Escolares e Acadêmicos Prontos; Trabalhos, TrabalhosFeitos é uma crescente comunidade de trabalhos escolares e Anúncio relacionado a trabalhos escolares
TCCs Prontos Exclusivos trabalhosprontos Pesquisas relacionadas a trabalhos feitos trabalhos prontos trabalhos feitos anhanguera trabalhos feitos em casa trabalhos feitos


Nenhum comentário:

Postar um comentário





Palavras mais buscadas no site:

Trabalhos Escolares Trabalho Escolar Biologia Português Matéria Português Rede Social Dicas de Português História Língua Portuguesa ZOOLOGIA Facebook Memes Trolls Geografia Memes Zuando muito no face Trollando Memes para facebook Escrevendo em redes sociais Dúvidas de Português Educação Física Concursos Públicos Gramática Esportes Concursos Dicas de Concursos Públicos Biografia Química O que é a língua portuguesa Física Questões para Concursos Geologia Informática Questões Enfermagem Geofísica Enem Cartaz Cartazes Manifestações TI Tecnologia Blocos Econômicos e Organizações Internacionais Arte Artes GENÉTICA Sociologia PROUNI SISU Concordância Biografias Dicas Diversos ECOLOGIA Faculdade Universidade Vestibular Matemática Simulado Atualidades Civilizações Protesto CAFTA Seu Trabalho Ortografia QUESTÕES DE Português com Gabarito Literatura Crase Computadores analógicos Curiosidades Esqui Aquático Gramática. História da computação História do hardware Redação Índio EVOLUÇÃO QUESTÕES de Matemática com Gabarito Indígena Resumo Uso da Crase - quando há (ou não) crase Geometria Analítica Livro Plural RACIOCÍNIO LÓGICO Artigos 196 a 200 da Constituição Federal Grafia Hífen Lei n° 8.142 Lei nº 8.080 Organização e Funcionamento do SUS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Com Gabarito Sistema Único de Saúde Autores Geometria Homônimos Parônimos Tecnologia da Informação Uso da vírgula Construções Geométricas Educação Resumos Vírgula Anita Garibaldi Equação da reta Questão de Concurso Reciclagem Sinônimos Verbos Vocativo Aleijadinho Aluísio Azevedo Aposto Avaliação Carta Comunidade Andina Dicionário Emprego Energia Estudar Fast Estudo Analítico do Ponto Estudo da Reta Exercícios Fernando Pessoa Formas variadas de linguagem Futebol Gauchês Ginástica História da Idade Média Idade Média Identidade Imagens para Facebook Inclinação da reta Lei Lei federal Nitrogênio Ortográfico Pedagogia Polo aquático Precisão e adequação vocabular Pronomes Psicologia Publicidade Reforma ortográfica Saúde Significados Tênis de Mesa Uso de por que Verbo Vocabulário por quê porque e porquê Ângulo de inclinação da reta 99 : Salário baixo e injustiça A Estrutura Curricular da Disciplina De Educação Física A Grande Influência da Lua em Nossas Vidas. A guerra civil gaúcha A participação do México no Nafta ACENTUAÇÃO ACENTUAÇÃO GRÁFICA ANARQUIA ASEAN Abandono Acentos Adolf Hitler Advérbios Afonso Pena AlCA x ALBA Alca Alfabeto Alfred Wegener Anatomia comparada Apec Apostila Apostila Concurso Professor Apostila PEB ll Arte Barroca Arte Rupestre Artesanato Arthur Aguiar Artigos Assíria Asteca Astrolábio Atletismo Até onde a Lua influencia a nossa vida? Automação Babilônia Badminton Balonismo Barack Obama Barão de Mauá Barão do Rio Branco Basquetebol Beisebol Benito Mussolini Benjamin Constant Bilhete Biodiversidade Biogeografia Biologia molecular Boxe Brasil - Eleições 2006 CEI – Comunidade dos Estados Independentes CLIMA Cabo de Guerra Caminhada Cana-de-açúcar Capoeira Caratê Caricom Carlos Chagas Carlos Drummond de Andrade Carta Argumentativa Carta comercial Carta de Reclamação Carta de informação Carta de solicitação Carta do leitor Cartaginês Cartão-postal Carvão mineral Casal Castro Alves Celta Charles Chaplin Chico Buarque de Holanda Chinesa - Civilizações Ciclismo Circunferência Clarice Lispector Classificação dos blocos econômicos Claude Debussy Comemoração em outros Países Comparativo entre C e java Comunidade Britânica Comunidade Sul-Americana de Nações Conceito Conceitos Concretismo Consciência Convite Copa 2014 Coreia do Norte e a Coreia do Sul Corrida Crise na Tunísia Cruzadas Crítica DEFENSIVOS AGRÍCOLAS DENSIDADE DESENHO DESMATAMENTO DESTAQUES NO MUNDO DOMESTICAÇÃO Dança Data Comemorativa Data Mining Data Warehouse Decreto nº 7.508 Descrição Desflorestamento Desrespeito com o professor Dia das Mães Dia do Descobrimento do Brasil - 22 de Abril Dicionário Web Direito Administrativo Dom Pedro I Duque de Caxias E-mail ESPÉCIES EM EXTINÇÃO EXPRESSIONISMO Educação no Brasil Educação nota 10 Egípcia Eleição de Dilma Rousseff Energia Solar Enunciação e contexto Escalada Escultura Esgrima Esporte Estrangeirismo Estrangeirismos Estudar é para os fortes Estudo da Circunferência Euclides Evolução da Tecnologia da Informação Exemplos de Textos do Cotidiano Expedições medievais realizadas em nome de Deus FIES FOTOSSÍNTESE Falsos Sinônimos Falta de Vagas Fauna Fenícia Feriados Feudalismo Figuras de estilo Filogenia Filogeografia Filosofia Fisiologia Flora Fly Fishing Formação de blocos econômicos Força de Floriano Fracasso da Alca Francesa Frases em imagens Frescobol Futebol americano Futurismo Fórmula 1 G 20 Financeiro GEO1M1 GEO2M2 Geometria Euclidiana Germânica Geógrafo Geólogo Ginástica Artística Ginástica de trampolim Globalização Glossário Web Golfe Golfo Pérsico Gonçalves Dias Governo x Educação Graciliano Ramos Grafite Grega Grego Grigori Perelman Guerra Guerra Civil Americana Guerra de Secessão Guia Prático Gêneros textuais argumentativos Gêneros textuais do cotidiano Gêneros textuais do universo jornalístico HISTiatÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA ARTE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃ Heitor Villa-Lobos Hidroginástica História do Futebol História em quadrinhos Homero Homo sapiens Homônimas e Parônimas Hóquei IMPRESSIONISMO Idade Antiga Idade Contemporânea Idade Moderna Importância da mulher na sociedade Inca Indiana Indigena Individualismo Industrialização da China Industrialização e Urbanização Indígena no Brasil Indígenas Inglesa Inglês Ingresso Tardio Inscrições Integração da Venezuela ao Mercosul James Watt Japonesa Jet Ski Jiu Jitsu Jogo de Queimada Jogos Olímpicos Pequim 2008 John Fitzgerald Kennedy José de Alencar Judô Karl Marx Kung-Fu Lima Barreto Linguagem e comunicação Localização do Golfo Pérsico Luiz Gonzaga MEIO AMBIENTE MIGRAÇÕES ANIMAIS MMA Mixed Martial Arts Madeira Mahatma Gandhi Maia Mamíferos Manguezal Medicina Memórias de Computadores Mercosul Mercosul: Países Integrantes Mercúrio (planeta) Mergulho Mesóclise Minas Gerais Missão Científica Espacial Brasileira Mix Útil Modelos de Processadores Modismos Monarquia Monteiro Lobato Moralismo Morfologia Mundo Summary Musculação Médicos Nado Sincronizado Natação Neologismo Neologismos O milênio da mulher O que é Educação Física? OEA OLAP OMC ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SUS - LEI 8080/90 E 8142/90 ORIGAMI Op-art Opep Opinião Os livros são um oceano infinito de conhecimento PEB ll POLUIÇÃO Paleontologia Parkour Pedro Bandeira Pedro Álvares Cabral Pensamentos Persa Perímetros Pesquisa Pessoa Piaget Pintura Placa tectônica Planejamento e Gerência de Projeto de Software Planície Pleonasmo Pontuação Pop Art Portugal Povos indígenas Presidentes da República do Brasil Primavera Árabe Princesa Isabel Professor Professor trollando aluno que não estuda Pronomes átonos Prosa Naturalista Prova Pré-História Próclise QUALIDADE DE VIDA QUESTÕES DE Português Acentuação Com Gabarito QUESTÕES DE Português Crase com Gabarito Questão do Mensalão Questões de Português Ortografia com Gabarito R$9 RENASCIMENTO RESPONSABILIDADE SOCIAL ROCOCÓ Racismo Ranking Mundial de Educação Rapa-Nui Rebelião Popular Rede municipal de saúde Redundância Relacionamento Remo Repetência Reservas indígenas no Brasil Respeite o Professor Respostas Resumo de Livro Revolta da Armada Revolta da Vacina Revolta na Líbia Revolta no Egito Revolução Federalista Revolução Francesa Robô Romana Romero Britto Russa SADC Saltos Ornamentais Semânticas Seriados Sintaxe Sismo Sistema Operacional Sistemática Skate Squash Subjuntivo Suméria Surfe Tabelas Cruzadas e DrillDown Taekwondo Teatro Terremoto Texto instrucional (injuntivo) The Vampire Diaries Tigres Asiáticos Tipos de Frase Triathlon Turca Turfe Tênis Unasul União Europeia União Européia Urbanização da China Urânio Uso do Hífen (Novo Acordo Ortográfico) Verbo Auxiliar Verbos Abundantes Verbos Anômalos Verbos Defectivos Verbos Regulares e Irregulares Verbos Transitivos Verbos de Ligação Verdades e mentiras sobre o conflito das Coreias Vida de professo Viking Voleibol Voleibol de Praia Volumes Water Bike Xadrez Xenofobia Xilogravura Zuando na escola 2013 dúvida léxico regionalismo saúde no Brasil tempo verbal toma dicionário na cara variante linguística Árabe - Civilizações Áreas Ângulos Ênclise