A RADIAÇÃO E OS APARELHOS CELULARES

 INTRODUÇÃO

Vá a qualquer lugar, fale a qualquer hora. A capacidade de se comunicar a qualquer hora, a qualquer lugar e de qualquer maneira é um princípio característico não só do sistema celular, mas também de toda telecomunicação sem fio. Este tipo de sistema tornou-se um sucesso no mundo inteiro. Ela se ajustou bem, oferecendo um serviço que se encaixa à correria dos grandes centros urbanos, e até facilita a vida de quem mora no campo. É um sistema que utiliza ondas de rádio em vez da comunicação através de fibras e fios. Os rádiotelefones móveis foram largamente usados por décadas para comunicação marítima e militar. Esse tipo de tecnologia é muito utilizada em taxis e carros de polícia. No entanto, somente nos anos 60, nos Estados Unidos, o sistema de telefonia móvel aperfeiçoado (Improved Mobile Telephone System - IMTS) foi instalado. O que muitas pessoas não sabem, é que para os telefones celulares transmitirem o sinal de voz, eles utilizam uma certa quantidade de radiação eletromagnética, ondas eletromagnéticas (EMF - Eletromagnetic Field), que são compostas por duas ondas em ângulo reto entre os campos de sua emissão. Uma delas cria um campo elétrico e a outra um campo magnético. O campo magnético é mais provável de ser absorvido pelo tecido vivo e por isso é considerado mais nocivo para o corpo humano, isso sempre dependendo de sua intensidade e de sua freqüência. Até a década de 70, período em que começaram as primeiras pesquisas sobre a radiação nos celulares, muitas pessoas apresentaram doenças como Tumor Cerebral, Esclerose, Alzheimer, Parkinson, Dor de Cabeça e outras doenças que podem ter sido provocadas pelo celular, pois antes da década de 70, a taxa de radiação nos celulares era maior do que a de hoje.
Durante os últimos anos, desde que os aparelhos de telefonia celular se tornaram um utensílio popular, há muita controvérsia, apesar dos estudos a respeito, no que diz respeito ao nível de radiação presente nos aparelhos celulares. Um estudo feito por pesquisadores suecos, é preocupante, diz que dois minutos da radiação emitida pelos celulares prejudicam um mecanismo de defesa do organismo que impede a entrada no cérebro de certas proteínas e toxinas presentes no sangue.
É importante lembrar que esta é a primeira geração de pessoas que está continuamente exposta a ondas eletromagnéticas, a preocupação com seus efeitos, porém, não é nova, mais carecia de dados estatísticos mais abundantes, coisa que só agora é possível devido à massificação de aparelhos celulares. Segundo a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), há 24,4 milhões de celulares no Brasil, e cerca de 55 milhões nos EUA. Chega a ser preocupante, pois a radiação pode causar alterações nas células do espermatozóide e do óvulo, que são transmitidas aos filhos. Atualmente, para medir os índices de radiação existente nos celulares, a ANATEL utiliza os parâmetros adotados pela Comissão Internacional para Proteção contra Radiações Não-Ionizantes (ICNIRP). Assim, ao questionarmos sobre o nível de radiação existente nos aparelhos celulares, por exemplo, estamos preocupados, pois há muito se sabe que altas doses de radiação podem causar um aumento no número de cânceres e mutações genéticas que podem afetar gerações futuras.
Portanto, o uso de aparelhos celulares pode causar sérios problemas à saúde das pessoas. Inúmeras pessoas já processaram empresas de celulares, como a MOTOROLA, de ser responsável por fabricar celulares contendo altos índices de radiação, causando assim câncer de cérebro.
Diante do exposto, é grande a preocupação com o futuro dos usuários de celular. É imprescindível que as companhias de telefonia celular divulguem informações satisfatórias sobre os níveis de radiação emitidos pelos aparelhos celulares e sobre os males que eles podem fazer à saúde.
Se estas informações não forem suficientes para alertar os usuários de aparelhos celulares sobre os males causados pela radiação, questionamos também sobre qual a melhor maneira de se diminuir ou extinguir a radiação dos aparelhos celulares?


FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

A análise da radiação existente nos celulares, segundo o cientista britânico Roger Coghill, diz que todas as pessoas que utilizam celular durante vinte minutos por dia estão comprometendo a saúde. No entanto, hoje em dia é comum que pessoas passem horas no celular, como por exemplo, as pessoas que trabalham na bolsa de valores, ou até mesmo os vendedores de celular, que mesmo quando não estão falando ao celular, estão em contato com a radiação.
Em 1976, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) patrocinara uma pesquisa que constatou que galinhas expostas à radiação dos celulares tinham muito mais propensão a pôr ovos que resultariam em pintos deformados. Também foi descoberto que os animais apresentavam uma grande perda de cálcio no cérebro mesmo quando eram irradiados com uma onda bastante fraca. Já o respeitado "New England Journal of Medicine" publicou, em 1982, uma pesquisa segundo a qual dez em cada 11 grupos de pessoas que morreram de leucemia, entre 1950 e 1979, viviam próximas a fontes eletromagnéticas, resultando, no mesmo período, em 438 mil mortes provocadas por esse mal em todos os Estados Unidos.
Ainda hoje, apesar de nós estarmos na era da informação, muitas pessoas não têm conhecimento da relação celular/radiação. Foi pensando nisso que O Comitê Ministerial das antenas e dos telefones celulares, dirigidos pela Ministra do Meio Ambiente, Dália Itzik, aprovou o projeto do Deputado Ophir Pines, impedindo propaganda de celulares a menos que incluíssem um aviso sobre a possibilidade dos celulares serem prejudiciais a saúde. O comitê autorizou o diretor geral, Daniel Rosenne do Ministério das Comunicações e Pines para preparar o fraseio do aviso, que incluiria dados da radiação eletromagnética do celular e aconselhar o usuário em como reduzir o risco. O projeto do Dep. Pines deve ser trazido logo ao 'Plenário' para sua leitura preliminar.
O principal objetivo por qual lutamos é em fazer com que as empresas fabricantes de telefones celulares, coloquem etiquetas informando os níveis de radiação presentes nos celulares, assim poderemos comparar os níveis de radiação específica absorvida dos diversos modelos. Esta medida, além de beneficiar os consumidores, também beneficiará os fabricantes de celular, pois, uma vez que a empresa específica o risco do produto, ela está se livrando de eventuais ações na justiça, fundadas na omissão dos riscos do produto. Apesar de todas essas especulações a respeito dos celulares, perguntamo-nos: O celular faz realmente mal ao cérebro?
Este foi um dos temas da revista Isto É, do dia 17 de novembro de 1999, que segundo pesquisadores suecos, diz que dois minutos da radiação emitida pelos celulares prejudicam um mecanismo de defesa do organismo que impede a entrada no cérebro de certas proteínas e toxinas presentes no sangue. São elas que, ao penetrar nos tecidos cerebrais, aumentam os riscos de doenças como a de Alzheimer e Parkinson, além da esclerose múltipla. Os testes, feitos na Universidade sueca de Land, expuseram ratos a pulsos de microondas semelhantes aos emitidos pelos celulares. Outro trabalho, feito nos Estados Unidos, chegou a conclusões semelhantes. Porém, logo depois de noticiado, foi parcialmente desmentido pelo próprio pesquisador, Henry Lai, da Universidade de Washington. Segundo ele, "ainda é muito cedo para dizer com certeza que o que aconteceu nos ratos de laboratório é o mesmo que se dá com o sujeito que usa celular".
Embora invisíveis, as radiações fazem parte do nosso cotidiano, mergulhados que estamos num campo imenso, repleto de ondas vindas de todos os cantos, não só do planeta mas também do Universo. O problema, ou seja, o risco para o ser humano, é justamente a intensidade dessas radiações, e lembrando a lei que rege a relação entre energia e distância (Energia proporcional ao inverso do quadrado da distância), veremos que no celular, apesar da baixa potência envolvida, a proximidade da antena faz com que um lado da cabeça receba diretamente essas radiações, expondo o usuário a um risco imprevisto. Basta lembrar que o processo de cozimento dos alimentos nos fornos a microondas se baseia nestas radiações, se bem que de muito maior intensidade, mas ninguém pode prever as conseqüências de uma prolongada exposição a esse campo eletromagnético. Está comprovado que, após 10 minutos de uso do celular, a temperatura craniana sobe de 2 a 3 graus centígrados.
Estas questões demonstraram a relevância deste projeto de pesquisa, visto que propõe um controle sobre os níveis de radiação existente nos aparelhos celulares. Ainda hoje, não se tem uma confirmação sobre os efeitos da radiação sobre o homem, mas com todas essas proposições esperamos que os usuários procurem a melhor maneira para se proteger contra a radiação.


METODOLOGIA

A realização do projeto se deu através do recolhimento de material bibliográfico em livros, sites e entrevistas com pessoas relacionadas ao assunto. O desenvolvimento do projeto baseia-se na checagem do nível de radiação existente nos diversos modelos de celulares, assim como, na procura de empresas relacionadas à instalação de produtos contra as ondas eletromagnéticas emitidas pelo celular.
Outro ponto importante de se checar, é se os produtos que visam minimizar as ondas eletromagnéticas emitidas pelo celular, funcionam mesmo, e qual a possibilidade de se implantar estes produtos logo na fabricação do aparelho.


FASES DO PROJETO

1. 1. Recolhimento do material - noticias sobre a radiação nos celulares
2. 2. Checagem do nível de radiação nos diversos modelos de celulares
3. 3. Analise comparativa do material
4. 4. Pesquisa de campo com os usuários de celulares
PROBLEMA: A Necessidade de se verificar o nível de radiação existente nos celulares.
OBJETO DE ESTUDO: Telefones Celulares
CAMPO DE AÇÃO: Empresas responsáveis pela fabricação de celulares e usuários.

PERGUNTAS CIETÍFICAS:
1. O celular faz mal ao cérebro?
2. Quais os problemas que a radiação pode causar aos usuários de aparelhos celulares?
3. Como minimizar os efeitos da radiação dos aparelhos celulares sobre o homem?
4. 4. Qual a quantidade de radiação existente nos celulares?
OBJETIVO GERAL: Analisar os níveis de radiação existente nos telefones celulares.

 

BIBLIOGRAFIA

RUTH, Rocha. Minidicionário. Editora Scipione. São Paulo - SP, 1995.


SITES CONSULTADOS

www.anatel.gov.br
www.solucel.com.br
www.telemar.com.br
www.bcp.com.br

www.embratel.com.br






FONTE: EDMS – Trabalhos Escolares, Educação & Diversão (ANO 2000 - 2003)

Nenhum comentário:

Postar um comentário





Palavras mais buscadas no site:

Trabalhos Escolares Trabalho Escolar Biologia Português Matéria Português Rede Social Dicas de Português História Língua Portuguesa ZOOLOGIA Facebook Memes Trolls Geografia Memes Zuando muito no face Trollando Memes para facebook Escrevendo em redes sociais Dúvidas de Português Educação Física Concursos Públicos Gramática Esportes Concursos Dicas de Concursos Públicos Biografia Química O que é a língua portuguesa Física Questões para Concursos Geologia Informática Questões Enfermagem Geofísica Enem Cartaz Cartazes Manifestações TI Tecnologia Blocos Econômicos e Organizações Internacionais Arte Artes GENÉTICA Sociologia PROUNI SISU Concordância Biografias Dicas Diversos ECOLOGIA Faculdade Universidade Vestibular Matemática Simulado Atualidades Civilizações Protesto CAFTA Seu Trabalho Ortografia QUESTÕES DE Português com Gabarito Literatura Crase Computadores analógicos Curiosidades Esqui Aquático Gramática. História da computação História do hardware Redação Índio EVOLUÇÃO QUESTÕES de Matemática com Gabarito Indígena Resumo Uso da Crase - quando há (ou não) crase Geometria Analítica Livro Plural RACIOCÍNIO LÓGICO Artigos 196 a 200 da Constituição Federal Grafia Hífen Lei n° 8.142 Lei nº 8.080 Organização e Funcionamento do SUS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO Com Gabarito Sistema Único de Saúde Autores Geometria Homônimos Parônimos Tecnologia da Informação Uso da vírgula Construções Geométricas Educação Resumos Vírgula Anita Garibaldi Equação da reta Questão de Concurso Reciclagem Sinônimos Verbos Vocativo Aleijadinho Aluísio Azevedo Aposto Avaliação Carta Comunidade Andina Dicionário Emprego Energia Estudar Fast Estudo Analítico do Ponto Estudo da Reta Exercícios Fernando Pessoa Formas variadas de linguagem Futebol Gauchês Ginástica História da Idade Média Idade Média Identidade Imagens para Facebook Inclinação da reta Lei Lei federal Nitrogênio Ortográfico Pedagogia Polo aquático Precisão e adequação vocabular Pronomes Psicologia Publicidade Reforma ortográfica Saúde Significados Tênis de Mesa Uso de por que Verbo Vocabulário por quê porque e porquê Ângulo de inclinação da reta 99 : Salário baixo e injustiça A Estrutura Curricular da Disciplina De Educação Física A Grande Influência da Lua em Nossas Vidas. A guerra civil gaúcha A participação do México no Nafta ACENTUAÇÃO ACENTUAÇÃO GRÁFICA ANARQUIA ASEAN Abandono Acentos Adolf Hitler Advérbios Afonso Pena AlCA x ALBA Alca Alfabeto Alfred Wegener Anatomia comparada Apec Apostila Apostila Concurso Professor Apostila PEB ll Arte Barroca Arte Rupestre Artesanato Arthur Aguiar Artigos Assíria Asteca Astrolábio Atletismo Até onde a Lua influencia a nossa vida? Automação Babilônia Badminton Balonismo Barack Obama Barão de Mauá Barão do Rio Branco Basquetebol Beisebol Benito Mussolini Benjamin Constant Bilhete Biodiversidade Biogeografia Biologia molecular Boxe Brasil - Eleições 2006 CEI – Comunidade dos Estados Independentes CLIMA Cabo de Guerra Caminhada Cana-de-açúcar Capoeira Caratê Caricom Carlos Chagas Carlos Drummond de Andrade Carta Argumentativa Carta comercial Carta de Reclamação Carta de informação Carta de solicitação Carta do leitor Cartaginês Cartão-postal Carvão mineral Casal Castro Alves Celta Charles Chaplin Chico Buarque de Holanda Chinesa - Civilizações Ciclismo Circunferência Clarice Lispector Classificação dos blocos econômicos Claude Debussy Comemoração em outros Países Comparativo entre C e java Comunidade Britânica Comunidade Sul-Americana de Nações Conceito Conceitos Concretismo Consciência Convite Copa 2014 Coreia do Norte e a Coreia do Sul Corrida Crise na Tunísia Cruzadas Crítica DEFENSIVOS AGRÍCOLAS DENSIDADE DESENHO DESMATAMENTO DESTAQUES NO MUNDO DOMESTICAÇÃO Dança Data Comemorativa Data Mining Data Warehouse Decreto nº 7.508 Descrição Desflorestamento Desrespeito com o professor Dia das Mães Dia do Descobrimento do Brasil - 22 de Abril Dicionário Web Direito Administrativo Dom Pedro I Duque de Caxias E-mail ESPÉCIES EM EXTINÇÃO EXPRESSIONISMO Educação no Brasil Educação nota 10 Egípcia Eleição de Dilma Rousseff Energia Solar Enunciação e contexto Escalada Escultura Esgrima Esporte Estrangeirismo Estrangeirismos Estudar é para os fortes Estudo da Circunferência Euclides Evolução da Tecnologia da Informação Exemplos de Textos do Cotidiano Expedições medievais realizadas em nome de Deus FIES FOTOSSÍNTESE Falsos Sinônimos Falta de Vagas Fauna Fenícia Feriados Feudalismo Figuras de estilo Filogenia Filogeografia Filosofia Fisiologia Flora Fly Fishing Formação de blocos econômicos Força de Floriano Fracasso da Alca Francesa Frases em imagens Frescobol Futebol americano Futurismo Fórmula 1 G 20 Financeiro GEO1M1 GEO2M2 Geometria Euclidiana Germânica Geógrafo Geólogo Ginástica Artística Ginástica de trampolim Globalização Glossário Web Golfe Golfo Pérsico Gonçalves Dias Governo x Educação Graciliano Ramos Grafite Grega Grego Grigori Perelman Guerra Guerra Civil Americana Guerra de Secessão Guia Prático Gêneros textuais argumentativos Gêneros textuais do cotidiano Gêneros textuais do universo jornalístico HISTiatÓRIA DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA DA ARTE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃ Heitor Villa-Lobos Hidroginástica História do Futebol História em quadrinhos Homero Homo sapiens Homônimas e Parônimas Hóquei IMPRESSIONISMO Idade Antiga Idade Contemporânea Idade Moderna Importância da mulher na sociedade Inca Indiana Indigena Individualismo Industrialização da China Industrialização e Urbanização Indígena no Brasil Indígenas Inglesa Inglês Ingresso Tardio Inscrições Integração da Venezuela ao Mercosul James Watt Japonesa Jet Ski Jiu Jitsu Jogo de Queimada Jogos Olímpicos Pequim 2008 John Fitzgerald Kennedy José de Alencar Judô Karl Marx Kung-Fu Lima Barreto Linguagem e comunicação Localização do Golfo Pérsico Luiz Gonzaga MEIO AMBIENTE MIGRAÇÕES ANIMAIS MMA Mixed Martial Arts Madeira Mahatma Gandhi Maia Mamíferos Manguezal Medicina Memórias de Computadores Mercosul Mercosul: Países Integrantes Mercúrio (planeta) Mergulho Mesóclise Minas Gerais Missão Científica Espacial Brasileira Mix Útil Modelos de Processadores Modismos Monarquia Monteiro Lobato Moralismo Morfologia Mundo Summary Musculação Médicos Nado Sincronizado Natação Neologismo Neologismos O milênio da mulher O que é Educação Física? OEA OLAP OMC ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SUS - LEI 8080/90 E 8142/90 ORIGAMI Op-art Opep Opinião Os livros são um oceano infinito de conhecimento PEB ll POLUIÇÃO Paleontologia Parkour Pedro Bandeira Pedro Álvares Cabral Pensamentos Persa Perímetros Pesquisa Pessoa Piaget Pintura Placa tectônica Planejamento e Gerência de Projeto de Software Planície Pleonasmo Pontuação Pop Art Portugal Povos indígenas Presidentes da República do Brasil Primavera Árabe Princesa Isabel Professor Professor trollando aluno que não estuda Pronomes átonos Prosa Naturalista Prova Pré-História Próclise QUALIDADE DE VIDA QUESTÕES DE Português Acentuação Com Gabarito QUESTÕES DE Português Crase com Gabarito Questão do Mensalão Questões de Português Ortografia com Gabarito R$9 RENASCIMENTO RESPONSABILIDADE SOCIAL ROCOCÓ Racismo Ranking Mundial de Educação Rapa-Nui Rebelião Popular Rede municipal de saúde Redundância Relacionamento Remo Repetência Reservas indígenas no Brasil Respeite o Professor Respostas Resumo de Livro Revolta da Armada Revolta da Vacina Revolta na Líbia Revolta no Egito Revolução Federalista Revolução Francesa Robô Romana Romero Britto Russa SADC Saltos Ornamentais Semânticas Seriados Sintaxe Sismo Sistema Operacional Sistemática Skate Squash Subjuntivo Suméria Surfe Tabelas Cruzadas e DrillDown Taekwondo Teatro Terremoto Texto instrucional (injuntivo) The Vampire Diaries Tigres Asiáticos Tipos de Frase Triathlon Turca Turfe Tênis Unasul União Europeia União Européia Urbanização da China Urânio Uso do Hífen (Novo Acordo Ortográfico) Verbo Auxiliar Verbos Abundantes Verbos Anômalos Verbos Defectivos Verbos Regulares e Irregulares Verbos Transitivos Verbos de Ligação Verdades e mentiras sobre o conflito das Coreias Vida de professo Viking Voleibol Voleibol de Praia Volumes Water Bike Xadrez Xenofobia Xilogravura Zuando na escola 2013 dúvida léxico regionalismo saúde no Brasil tempo verbal toma dicionário na cara variante linguística Árabe - Civilizações Áreas Ângulos Ênclise